O Homem Como Invenção de Si Mesmo

O Homem Como Invenção de Si Mesmo Ferreira Gullar




O Homem Como Invenção de Si Mesmo


Monólogo Em Um Ato




No monólogo em um ato "O homem como invenção de si mesmo", através de uma linguagem bem-humorada, leve e contemporânea, o autor levanta questionamentos como fé, instituições, sociedade e realidade. Em suas próprias palavras, Gullar diz que “essa teoria consiste em afirmar que a vida é inventada e que nós mesmos nos inventamos

Edições (1)

ver mais
O Homem Como Invenção de Si Mesmo

Similares

(2) ver mais
Toda Poesia
Ferreira Gullar Conversa com Ariel Jiménez

Resenhas para O Homem Como Invenção de Si Mesmo (2)

ver mais
Gullar para consumo rápido
on 3/11/16


O texto é curto e teatral, precisa de pegada e, definitivamente, tem. Para quem está acostumado a ler o poeta Ferreira Gullar e sabe de sua graça áspera, de suas convicções não-manobráveis, vai entender "O homem como invenção de si mesmo" como uma narrativa adequada, fechadinha, correta. Talvez, se o autor pudesse estender um pouco mais o dilema do computador travado - que foi se avolumando no decorrer do texto, saltando do pano de fundo - a história enriquecesse. Um segundo ato... que... leia mais

Estatísticas

Desejam7
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.0 / 18
5
ranking 39
39%
4
ranking 28
28%
3
ranking 33
33%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

56%

44%

mila
cadastrou em:
28/03/2013 15:36:09