O Mal-estar da Pós-Modernidade

O Mal-estar da Pós-Modernidade Zygmunt Bauman


Compartilhe


O Mal-estar da Pós-Modernidade





Neste livro, o sociólogo Zygmunt Bauman mostra que a marca da pós-modernidade - ou seu valor supremo - é a 'vontade de liberdade' que acompanha a velocidade das mudanças econômicas, tecnológicas, culturais e do cotidiano. Daí resulta um mundo vivido como incerto, incontrolável e assustador - bem diverso da segurança projetada em torno de uma vida social estável, ou em torno da ordem, como pensava Freud em 'O malestar na civilização'.

Geografia / Sociologia

Edições (1)

ver mais
O Mal-estar da Pós-Modernidade

Similares

(37) ver mais
Em Busca da Política
Amor Líquido
Vida Líquida
Modernidade Líquida

Resenhas para O Mal-estar da Pós-Modernidade (6)

ver mais
Uma releitura Freudiana
on 27/1/15


O livro é divido em 14 capítulos, e neles Bauman aborda vários temas como a arte, construção de identidade, consumo, relações sociais, exclusão, etc. No geral eu achei o livro muito bom, e a sacada que Bauman faz em relação às previsões de Freud é genial, realmente algo a se considerar. No entanto, existem algumas passagens do livro que me pareceram muito estafantes, e a própria forma como o Bauman aborda os assuntos dá margem pra essa minha interpretação, já que ele me pareceu algumas... leia mais

Estatísticas

Desejam317
Trocam3
Avaliações 4.3 / 232
5
ranking 51
51%
4
ranking 31
31%
3
ranking 16
16%
2
ranking 2
2%
1
ranking 0
0%

45%

55%

Fernando Lima
cadastrou em:
22/03/2009 10:04:17
Jim
editou em:
06/01/2020 20:52:04