O mundo que eu vi

O mundo que eu vi Stefan Zweig


Compartilhe


O mundo que eu vi





Stefan Zweig já vivia no Brasil quando escreveu seu livro de memórias, "O Mundo que eu Vi". Na plácida cidade de Petrópolis, o escritor refez as trajetórias de suas várias vidas, como ele definia as fases contrastantes que experimentou. Festejado e banido, rico e pobre, Zweig funde suas vivências pessoais a momentos históricos cruciais.

Edições (1)

ver mais
O mundo que eu vi

Similares

(2) ver mais
Sob o Sol do Exílio
Américo Vespúcio

Resenhas para O mundo que eu vi (2)

ver mais
Sem filtro solar!
on 16/3/10


O mundo que eu vi é um tipo de leitura pitoresca: narrado em primeira pessoa, parece um diário, mas não é; contêm fatos históricos, mas não tem "cara" de livro de pesquisa; possui narrativas romanceadas e de longe é um romance. O que é então? É uma obra-prima, uma descrição quase tridimensional de tão perto que se consegue chegar do real, do acontecido, dos personagens e dos lugares. Nunca li nada igual. Esse é Stefan Zweig (pronuncia-se Estéfan Tzevaig) descrevendo os momentos feliz... leia mais

Estatísticas

Desejam19
Trocam2
Avaliações 4.1 / 26
5
ranking 35
35%
4
ranking 46
46%
3
ranking 19
19%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

42%

58%

Martinus
cadastrou em:
20/01/2009 09:02:49

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR