O QUILOMBO DOS PALMARES

O QUILOMBO DOS PALMARES Edison Carneiro

Compartilhe


O QUILOMBO DOS PALMARES





Nos anos 30 e 40 surgem as importantes pesquisas de Edison Carneiro, analisando as dimensões culturais africanas no Brasil, em especial as formas religiosas. Na abordagem sobre Palmares, uma grande viragem aconteceria em 1947. Praticamente refunda um debate mais tarde esquecido, mas profundamente atual: as experiências da diáspora e da história da África, produzindo um estudo original sobre a organização política, econômica, militar, cultural e social de Palmares, apontando para o fenômeno "contra-aculturativo". O pioneirismo e a sofisticação analítica foram únicos. Edison Carneiro foi um dos primeiros a sugerir uma classificação para os quilombos, chamando atenção para as “características e peculiaridades”, além de destacar os limites metodológicos das fontes usadas para analisá-los: produzidas pela repressão. Argumentou sobre uma tipologia, no caso uma “fisionomia comum”, sendo que para ele o “movimento da fuga” por si só constituía a “negação da sociedade oficial”, e a formação de comunidades era a “reafirmação da cultura e do estilo de vida africanos”. Foi assim pioneiro – depois, somente os estudos de Clóvis Moura deram continuidade – em conceber uma sociologia própria dos quilombos no Brasil. Segundo ele, o “tipo de organização” dos quilombos era de verdadeiros “estados africanos”. - Flavio Gomes

Edições (2)

ver mais
O Quilombo dos Palmares
O QUILOMBO DOS PALMARES

Similares

(12) ver mais
Zumbi dos Palmares
As Culturas Negras no Novo Mundo
Ser Escravo no Brasil
Palmares

Estatísticas

Desejam26
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.0 / 9
5
ranking 22
22%
4
ranking 56
56%
3
ranking 22
22%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

45%

55%

Luis Netto
cadastrou em:
02/08/2011 14:42:59

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR