O Romance de Leonardo da Vinci

O Romance de Leonardo da Vinci Dmitri Merejkowski


Compartilhe


O Romance de Leonardo da Vinci


A Ressurreição dos Deuses




The Romance of Leonardo da Vinci (1900) '-' Este livro fascinante narra a vida e obra de Leonardo da Vinci (1452 - 1519), mesclando ficção e pesquisa histórica. Nota-se que o autor russo, Dmitri Merejkowski, não poupou esforços para recriar com perfeição o ambiente renascentista italiano quatrocentista: a Itália da Alta Renascença, ainda não consolidada como Estado Nacional, é subdividida em domínios papais, antigos condados; reinos, ducados, repúblicas... E é justamente na República de Florença (e no conturbado Ducado de Milão) de 1494 que decorre a maior parte do "Romance de Leonardo".

A difusão das artes, idéias e pensamentos de outras civilizações do Oriente, Leste Europeu, etc., afloram com mais vigor na Itália devido à localização privilegiada para o comércio no Mediterrâneo, e as cidades italianas estão repletas de sábios bizantinos e orientais; curandeiros; artesãos, artistas, eruditos; e surgem também muitos "Mecenas".

Em várias regiões são realizadas escavações para recuperação de "ídolos pagãos" e a própria Igreja adota simbologias e motivos maçônicos antigos em suas catedrais e igrejas. Contudo há também o surgimento de novas heresias e de perseguidores apocalípticos mais radicais e furiosos, como o frade dominicano Girolamo Savonarola (1452-1498), de uma suposta ortodoxia e correção, que promove a destruição de obras de arte; a queima de livros e bibliotecas e a caça às bruxas!

A corrupção e a lascividade; a traição, o assassínio e a desumanidade permeiam os jogos do poder e o governante de Milão -- Ludovico Maria Sforza: il Moro, é um dos políticos mais brilhantes perigosos e originais da época. Ludovico, grande mecenas das Artes e da Ciência, protetor e amigo de Leonardo, também sabia ser maquiavélico e ambicioso e estava sempre a contratar Leonardo da Vinci como arquiteto, projetista e pintor.. o que rendia a Leonardo muitos proventos que eram gastos com rapidez.

O artista fiorentino projeta inúmeras belas engenhocas e produz também várias obras de arte. Leonardo da Vinci vive nos arredores da cidade em uma residência em que vários artistas jovens o têm como mestre. Ele é complacente, espirituoso e genial, nunca deixando de cuidar dos seus. Leonardo gasta a maior parte do seu dinheiro com experiências e projetos ousados para a época mas também gasta com várias maluquices, e por isto não consegue crescer financeiramente. Neste livro é possível obter referências históricas de vários outros personagens como a lendária Lenna Griffa, prostituta de luxo, e artistas geniais como Michelangelo, que além de odiar Leonardo é seu rival nas artes.

Durante o Romance o autor expõe uma versão sobre a origem da "Gioconda", apresentando a mesma como a esposa de um comerciante que pagou Leonardo para retratá-la e deste relacionamento entre modelo e artista surge algo incomum. É um livro repleto de reconstruções históricas muito bem elaboradas, onde a originalidade do autor russo não compromete a verossimilhança da narrativa sendo leitura recomendada aos que se interessam pela arte e pela história de um artista enigmático e original.
====
FONTE:http://pt.shvoong.com

Artes / Esoterismo / Ficção / Filosofia / História / Literatura Estrangeira / Romance / Sociologia / Suspense e Mistério / Aventura / Biografia, Autobiografia, Memórias / Comunicação / Crônicas / Drama / Entretenimento / História Geral / Política

Edições (7)

ver mais
O Romance de Leonardo da Vinci
O Romance de Leonardo de Vinci
El romance de Leonardo
O romance de Leonardo da Vinci

Similares

(74) ver mais
A Ressurreição dos Deuses
O Nascimento dos Deuses
História Noturna
O Ungido

Estatísticas

Desejam9
Trocam1
Avaliações 4.0 / 10
5
ranking 40
40%
4
ranking 40
40%
3
ranking 0
0%
2
ranking 20
20%
1
ranking 0
0%

41%

59%

Fotossíntese
cadastrou em:
06/08/2010 15:43:22
orffeus
editou em:
10/03/2016 05:41:20