o safari da estrela negra

o safari da estrela negra Paul Theroux


Compartilhe


o safari da estrela negra





Quase trinta anos depois de reinventar o conceito "livro de viagem" com a publicação de O Grande Bazar Ferroviário, Paul Theroux resolveu voltar ao continente africano, onde trabalhara como professor nos anos 1960. O autor queria sumir, ficar fora de contato por um tempo. Também queria saber se havia alguma esperança por trás das manchetes amedrontadoras sobre o continente negro.



Na lista dos mais vendidos do New York Times, O Safári da Estrela Negra é o relato rico e perceptivo de um itinerário que se estende do Cairo à Cidade do Cabo, pelo trajeto do rio Nilo, pelo Sudão e pela Etiópia, pelo Quênia e por Uganda, e termina na ponta da África do Sul. Viajando de trem, canoa, "galinheiro", caminhão de gado, Theroux passou por algumas das paisagens mais bonitas da Terra, e também pelas mais perigosas. Foi uma viagem de descobertas e de nostalgia.



Mais de quarenta anos antes, ele chegara à África para dar aulas no interior do Malaui, como integrante otimista do Corpo da Paz norte-americano. Desta vez, fez uma parada na sua antiga escola, conversou com ex-alunos e visitou amigos africanos de vários países — um dos quais é hoje o primeiro-ministro de Uganda. Descobriu que o comércio de marfim na Etiópia continuava robusto; que, em Uganda, a universidade Makerere ainda não havia se recuperado do despotismo de Idi Amin; que no Zimbábue a invasão ilegal de terra prosseguia ininterrupta. Além de reflexões inteligentes sobre a condição de viajante, o livro traz uma discussão estimulante sobre história, geografia, política e sociedade proposta por Theroux, intelectual de unhas sujas.



Em O Safári da Estrela Negra temos o autor no ambiente que ele mais gosta: encontros casuais que resolvem tudo, horários irrelevantes de embarque e chegada e a alegria de estar se equilibrando em cima de um caminhão no meio do nada. Observador obsessivo do que acontece na África, Paul Theroux faz uma jornada épica pelo continente que tanto o fascina.

Edições (1)

ver mais
o safari da estrela negra

Similares

(7) ver mais
O Grande Bazar Ferroviario
O Grande Bazar Ferroviário
Cinco Semanas num Balão
Cinco semanas num balão

Resenhas para o safari da estrela negra (1)

ver mais
Uma viagem para poucos
on 12/6/13


Heresia suprema para quem gosta de livros e viagens como uma união necessária: eu nunca tinha lido Paul Theroux. O escritor americano nascido em 1941 é uma espécie de mentor filosófico de viajantes há mais de 40 anos. É dono de pelo menos uma dúzia de livros de viagens, além de romances, que têm influenciado gerações de pretensos seguidores desde o lançamento de O Grande Bazar Ferroviário, obra que revelou seus percalços a partir de Londres, passando pelo Oriente Médio, Índia até chega... leia mais

Estatísticas

Desejam12
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.1 / 16
5
ranking 44
44%
4
ranking 31
31%
3
ranking 13
13%
2
ranking 13
13%
1
ranking 0
0%

46%

54%

neli
cadastrou em:
20/08/2009 08:11:29