O Último Verão Europeu

O Último Verão Europeu Davis Fromkin


Compartilhe


O Último Verão Europeu


quem começou a grande guerra de 1914




Escrito pelo conceituado historiador norte-americano David Fromkin, autor do grande sucesso A Peace to End All Peace (Uma Paz para Pôr Fim a Toda Paz), sobre a gênese do Oriente Médio moderno , O Último Verão Europeu é uma ousada e extremamente bem documentada reavaliação das causas da Primeira Guerra Mundial de 1914-1918.

A questão de como começou a Grande Guerra vem intrigando historiadores há várias décadas. Muitos citam como motivo para o conflito o assassinato do arquiduque Francisco Ferdinando; outros chegaram à conclusão de que ninguém foi responsável. Mas David Fromkin, cujo relato está baseado nas mais recentes pesquisas, dá uma resposta diferente a essa pergunta. Ele deixa claro que a hecatombe que iria dilacerar o continente foi iniciada de maneira deliberada.

Em uma narrativa fascinante que traz paralelos assustadores com os acontecimentos de nossa própria época, Fromkin mostra que não foi travada apenas uma guerra, mas duas, e que a primeira serviu de pretexto para a segunda. Abordando de forma esclarecedora temas atuais como guerra preventiva e terrorismo, o autor descreve em detalhes as negociações e traça retratos incisivos dos diplomatas, generais e líderes protagonistas do conflito: o cáiser alemão, o tsar da Rússia, o primeiro-ministro britânico. E revela como e por que as iniciativas diplomáticas que tentaram evitá-lo estavam fadadas ao fracasso.

Escrito em estilo atraente e baseado em cuidadosa pesquisa, que inclui um caderno especial de fotos, O Último Verão Europeu é uma contribuição inestimável para aquele que é possivelmente o tema mais complexo da história mundial.

Edições (1)

ver mais
O Último Verão Europeu

Similares

(6) ver mais
Os Sonâmbulos
Catástrofe
Arsène Lupin: O Estilhaço de Granada
Canhões de Agosto

Resenhas para O Último Verão Europeu (3)

ver mais
Detetive esnobe
on 18/3/10


A I Guerra Mundial esteve na raiz de todas as demais grandes convulsões políticas do século XX, incluindo a Revolução Russa, a ascensão do nazismo, a II Guerra Mundial e a Guerra Fria. Mas o que a causou? Muitos historiadores a trataram como acidente: as conseqüências do assassinato do Arquiduque Francisco Ferdinando não teriam sido desejadas nem previstas. Uma tese oposta, defendia por Lênin, é a de que a guerra foi um confronto inevitável entre imperialismos rivais que só esperava u... leia mais

Estatísticas

Desejam19
Trocam2
Avaliações 4.1 / 37
5
ranking 46
46%
4
ranking 27
27%
3
ranking 19
19%
2
ranking 8
8%
1
ranking 0
0%

60%

40%

Eduardo
cadastrou em:
25/02/2009 10:00:06