O velho está morrendo e o novo não pode nascer

O velho está morrendo e o novo não pode nascer Nancy Fraser


Compartilhe


O velho está morrendo e o novo não pode nascer





O neoliberalismo está se fragmentando, mas o que surgirá entre seus cacos? A principal teórica política feminista do século XXI, Nancy Fraser, disseca a atual crise do neoliberalismo e argumenta como poderíamos arrancar novos futuros de suas ruínas.

O colapso político, ecológico, econômico e social global – simbolizado pela eleição de Trump, Bolsonaro e outros governantes de extrema-direita que dizem ser antiestablishment, embora façam parte dele – destruiu a fé de que o capitalismo neoliberal pode beneficiar a maioria do povo dentro da democracia. Fraser explora como essa fé foi construída no final do século XX, equilibrando dois princípios centrais: reconhecimento (quem merece direitos) e distribuição (quem merece renda). Quando eles começam a se desgastar com as sucessivas crises nas primeiras décadas do século, novas formas de populismo surgem à esquerda, para os 99%, e à direita, para o 1%.

Fraser argumenta que esses são sintomas da maior crise de hegemonia do neoliberalismo, um momento em que, como Gramsci disse, “o velho está morrendo e o novo não pode nascer”. O livro é acompanhado de uma belíssima entrevista do editor da revista Jacobin, Bhaskar Sunkara, com Fraser, que argumenta termos a oportunidade de transformar o populismo progressista em uma força social emancipatória, podendo, assim, reivindicar uma nova hegemonia.

Nancy Fraser é uma das filósofas sociais mais criativas, teóricas e críticas de sua geração.
Cornel West

Política

Edições (1)

ver mais
O velho está morrendo e o novo não pode nascer

Similares


Resenhas para O velho está morrendo e o novo não pode nascer (10)

ver mais
Uma boa introdução aos jogos políticos!
on 27/12/20


O livro, embora sucinto, demonstra com clareza a movimentação estratégica da complexa estrutura política que gere as sociedades. Evidenciando em sua fala as questões que envolvem os EUA, a autora não deixa de exemplificar o contexto em outros países, incluindo o Brasil. Do prefácio ao desenvolvimento, o livro perpassa historicamente pela naturalização das relações capitalistas e dos arranjos políticos burgueses em detrimento do movimento socialista no final do século XX, seguida da amp... leia mais

Estatísticas

Desejam45
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.2 / 88
5
ranking 49
49%
4
ranking 38
38%
3
ranking 13
13%
2
ranking 1
1%
1
ranking 0
0%

25%

75%

lbarrosjr
cadastrou em:
08/02/2020 10:12:51
Jenifer
editou em:
17/01/2021 12:34:11

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR