O verbo mais-que-perfeito

O verbo mais-que-perfeito André Cabral Honor


Compartilhe


O verbo mais-que-perfeito


uma análise alegórica da cultura histórica carmelita na América portuguesa




Percorrendo a estrada de tijolos amarelos da História, o autor busca compreender a cultura carmelita na América Portuguesa tomando como fio condutor as imagens da Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Cidade da Paraíba. Uma jornada iconográfica onde se cruzam contexto local, arte barroca e cultura imagética na busca pelos caminhos percorridos pela Ordem Carmelita Calçada na Cidade da Paraíba: da chegada de seus primeiros frades à América Portuguesa e fundação do Convento e Igreja de Nossa Senhora do Carmo na Cidade da Paraíba, até o término das obras do templo em 1777.
Imersas na imagética barroca, eminentemente hagiográfica e alegórica, as imagens analisadas mostram de que maneira o contexto local transformava as representações de santos e mártires a fim de servirem como ferramentas de persuasão. Assim, este produto se propõe ir além da análise pontual da iconografia de um templo: ele almeja compreender a transposição da cultura histórica carmelita para a América Portuguesa através de uma viagem às origens dessa ordem.

Edições (1)

ver mais
O verbo mais-que-perfeito

Similares

(1) ver mais
Cadernos de Paleografia

Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 5.0 / 4
5
ranking 100
100%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

60%

40%

André
cadastrou em:
30/12/2013 11:43:51