Origens do pensamento e da política radical na América Latina

Origens do pensamento e da política radical na América Latina Fabio Luis Barbosa dos Santos


Compartilhe


Origens do pensamento e da política radical na América Latina


Um estudo comparativo entre José Martí, Juan B. Justo e Ricardo Flores Magón




Este livro analisa como nascem, evoluem e são frustrados três projetos de democratização radical na América Latina nos primórdios do imperialismo. A partir de perspectivas teóricas e políticas diferentes, José Martí (1853-1895) em Cuba, Juan B. Justo (1865-1928) na Argentina e Ricardo Flores Magón (1874-1922) no México, lideraram esforços de subordinar o desenvolvimento capitalista aos desígnios da sociedade nacional. O êxito em desencadear os processos que objetivaram – a guerra da independência em Cuba, a reforma política na Argentina e a Revolução Mexicana - atesta a sintonia de suas propostas em relação aos dilemas que enfrentaram. Por outro lado, o malogro do ideário democrático que defenderam indica a força dos constrangimentos estruturais que obstam a consumação da nação na América Latina, naquela circunstância como na atualidade.

História / Política

Edições (1)

ver mais
Origens do pensamento e da política radical na América Latina

Similares

(1) ver mais
Uma História da Onda Progressista Sul-Americana (1998-2016)

Estatísticas

Desejam4
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 0 / 0
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

17%

83%

João gregorio
cadastrou em:
17/10/2017 11:38:43
Jenifer
editou em:
21/04/2020 15:03:31