Os Belos e Malditos

Os Belos e Malditos F. Scott Fitzgerald


Compartilhe


Os Belos e Malditos


O retrato de uma geração




Anthony e Gloria, o casal que protagoniza este romance de Fitzgerald, representam a geração conhecida como Era do Jazz, momento de frenesi vivido nos Estados Unidos e também na Europa pós-Primeira Guerra. Anthony, o único herdeiro de uma grande fortuna a ser deixada pelo seu avô, é um rapaz elegante da sociedade nova-iorquina que está sempre disponível para as noitadas, bebidas e mulheres.
Gloria, bonita e sofisticada, mas também mimada e inconsequente, está acostumada a ser o centro das atenções e fazer apenas o que deseja. A história de Anthony e Gloria é uma história de amor, de riqueza, de excessos, de beleza, e de insensatez. O autor revela com ironia a sociedade elegante e culta que ele mesmo frequentava, na década de 1920. Considerado um dos maiores escritores americanos do século XX, Francis Scott Fitzgerald publicou os romances Este lado do Paraíso (1920), Os Belos e Malditos (1922), O Grande Gatsby (1925), Suave é a noite (1934) e O Último Magnata (1941), além de diversoso contos e ensaios.

Edições (1)

ver mais
Os Belos e Malditos

Similares

(14) ver mais
O Grande Gatsby
Suave é a Noite
Ratos e homens
O inverno da nossa desesperança

Resenhas para Os Belos e Malditos (1)

ver mais
Muita ironia e deboche a sociedade americana
on 4/3/13


F. Scott Fitzgerald é reconhecido como um dos maiores escritores americanos do século XX junto com contemporâneos como Ernest Hemingway. O romance de Fitzgerald que é mais conhecido é sem dúvida ‘O grande Gatsby’ que prima pelo deboche da sociedade americana da geração pré-1929. ‘Belos e malditos’ é anterior a ‘Gatsby’ e talvez seja mais ácido e irônico, mas não mostra ainda toda a maturidade da prosa de Fitzgerald. O romance tem como protagonistas dois filhos da aristocracia american... leia mais

Estatísticas

Desejam22
Trocam1
Avaliações 3.6 / 14
5
ranking 14
14%
4
ranking 36
36%
3
ranking 43
43%
2
ranking 7
7%
1
ranking 0
0%

20%

80%