Os negócios seculares não justificam a negligência com a religião

Os negócios seculares não justificam a negligência com a religião George Whitefield

Compartilhe


Os negócios seculares não justificam a negligência com a religião





“Não pode, então, haver maior caridade para com o mundo cristão, do que soar um alarme aos seus ouvidos e adverti-los do indizível perigo de agarrar-se continuamente às coisas dessa vida, sem estar igualmente, ou melhor, sem estar mil vezes mais preocupados pelo bem-estar em um estado futuro.
E há ainda mais ocasião para tal alarme, pois o mundanismo está ocupando os corações dos homens tão fácil e habilmente. Pois a partir de uma ilusória pretensão de servir a Deus ao trabalhar pela comida que perece, eles são insensivelmente acalentados em uma sonolência espiritual tal, que se tornam escassos em perceber sua negligência em garantir aquela comida que dura para a vida eterna.”

George Whitefield

Edições (1)

ver mais
Os negócios seculares não justificam a negligência com a religião

Similares

(19) ver mais
O SÁBADO
O Cântico de Maria
A Dupla Natureza e o Duelo Interior
Uma Pergunta de Natal

Estatísticas

Desejam1
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.3 / 3
5
ranking 33
33%
4
ranking 67
67%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

55%

45%

Litterae Focus
cadastrou em:
05/03/2014 16:21:58

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR