Os olhos cegos dos cavalos loucos

Os olhos cegos dos cavalos loucos Ignácio de Loyola Brandão
Alexandre Rampazo


Compartilhe


Os olhos cegos dos cavalos loucos





O garoto não tinha ideia do que aquilo significava para o avô, que ele tomasse posse das pequenas bolas de vidro que o velho guardava em uma pequena caixa, numa das prateleiras mais altas da sua oficina de marcenaria. Uma bola de vidro pode ser também um olho, um olho cego. O olho cego de um cavalo. O olho cego de um cavalo de carrossel. Trata-se de uma narrativa belíssima e tocante, em que o narrador dirige a seu avô já falecido seu pedido de perdão, dividindo com ele sua compreensão tardia.

Ficção

Edições (1)

ver mais
Os olhos cegos dos cavalos loucos

Similares

(5) ver mais

Resenhas para Os olhos cegos dos cavalos loucos (1)

ver mais
O emocionante pedido de perdão de um neto para seu avô
on 17/1/16


O livro conta a história de um carrossel construído pelo avô do autor na década de 20 no interior de São Paulo. As recordações dessa época feliz foram guardadas em uma caixa vermelha brilhante na marcenaria do avô até que um dia desaparecem. Trata-se de um livro curto, com uma bela mensagem, lindamente ilustrado.... leia mais

Estatísticas

Desejam23
Trocam1
Avaliações 4.8 / 27
5
ranking 81
81%
4
ranking 15
15%
3
ranking 4
4%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

22%

78%

zucchini.bordin
cadastrou em:
07/12/2014 17:03:57