Os Três Mosqueteiros

Os Três Mosqueteiros Alexandre Dumas


Compartilhe


Os Três Mosqueteiros (Clássicos da Literatura Juvenil #4)





Coleção Clássicos da Literatura Juvenil / Volume 4 - Os Três Mosqueteiros de Alexandre Dumas Pai.
Também adaptado por Miécio Táti, este romance -- o quarto volume da coleção Clássicos da Literatura Juvenil -- já tem início no rompante intempestivo do jovem gascão que sai de casa em busca de fama, dinheiro e aventura, e topa com um servidor de Richelieu, que lhe rouba a carta de recomendação ao capitão dos mosqueteiros. A trama segue e D'Artagnan, ágil, forte, jovem e impulsivo, consegue a proeza de, separadamente e na mesma manhã, ofender e desafiar para o duelo cada um dos três mosqueteiros, mas tais desafios são esquecidos quando ele lhes dá prova de dignidade, confiança e compaixão, o que faz com que eles se tornem grandes e inseparáveis amigos.

Dessa forma, D'Artagnan vem a conhecer cada um de seus amigos e suas particularidades: Athos, mais velho, calmo e por vezes soturno; Porthos, o bonachão impulsivo e despreocupado, muito afeito a apostas; e Aramis, cavalheiro galante, educado e com inclinação eclesiástica para se tornar padre. Na companhia dos três, o jovem gascão, guarda real da companhia Des Essarts (e não um mosqueteiro) descobre que o Cardeal Richelieu não mede esforços para desacreditar a Rainha Ana d'Áustria perante seu marido, o Rei Luis XIII (...) Ao lado do quarteto heróico encontram-se o sr. de Tréville, capitão dos mosqueteiros e amigo de infância do pai de D'Artagnan; Constance Bonacieux, esposa do senhorio do jovem herói e ama da rainha, por quem D'Artagnan se apaixona; e os lacaios de cada um dos amigos: Planchet (para D'Artagnan); Grimaud (para Athos); Mousqueton (para Porthos); e Bazin (para Aramis). Muitas dessas personagens são históricas e de fato reinaram e/ ou trabalharam para o governo, e os próprios mosqueteiros foram também pessoas reais ficcionalizadas pela pena de Dumas, Pai. (...) Para acompanhar o espírito de aventura e incrementar a diversão, há as ilustrações de Getúlio Delphin, muito no estilo dos quadrinhos americanos dos anos 1960, com riscos mais firmes e sombras pintadas com o pincel, e não riscadas a pena ou a carvão.
====
http://classicosdaliteraturajuvenil.blogspot.com.br/2010/02/se-ha-algo-curioso-num-romance.html?m=1

Literatura Estrangeira / Aventura / Ficção / Romance / Drama / Entretenimento / Cinema / História / Suspense e Mistério / Artes / Infantojuvenil

Edições (54)

ver mais
Os Três Mosqueteiros
Os Três Mosqueteiros
Os Três mosqueteiros
Os Três Mosqueteiros

Similares

(74) ver mais
O CAPITÃO ALATRISTE
Limpeza de Sangue
Vinte Anos Depois
Homens Elegantes

Resenhas para Os Três Mosqueteiros (260)

ver mais
Um por todos...

O livro se desenvolve bem até perto dos capítulos finais, onde se torna meio enrolado, depois acelera e o final.... bom dá pra dizer que esperava mais! ? https://www.instagram.com/p/CCMcBlDjXG_/?igshid=xgd4jusx1yol... leia mais

Vídeos Os Três Mosqueteiros (2)

ver mais
LIVROS MAIS BONITOS DA MINHA ESTANTE (PARTE 1) #VEDA 7 | Ana Carolina Wagner

LIVROS MAIS BONITOS DA MINHA ESTANTE (PARTE 1

Os Três Mosqueteiros - Resenha #001 (SEM SPOILERS) | Li num Livro

Os Três Mosqueteiros - Resenha #001 (SEM SPOI


Estatísticas

Desejam2.242
Trocam115
Avaliações 4.2 / 6.742
5
ranking 48
48%
4
ranking 32
32%
3
ranking 17
17%
2
ranking 3
3%
1
ranking 0
0%

31%

69%

orffeus
editou em:
21/11/2016 21:09:17