Ou o poema contínuo

Ou o poema contínuo Herberto Helder


Compartilhe


Ou o poema contínuo





Com Ou o poema contínuo Herberto Helder, autor considerado por muitos como o maior poeta português vivo, nos revela em seu mais recente trabalho o resultado da revisão incessante a que submete sua obra. Sua escrita começou por se situar no âmbito de um pós-surrealismo e, na década de 1960, acompanhou o movimento do concretismo. Com o tempo, a inspiração e a técnica helderianas foram ganhando outros contornos, e ele elaborou uma obra que impressiona pela sua extensão, coerência e originalidade.

Trecho da orelha do livro escrita por Mauro Gama: Helder é, com frequência, um exemplo extraordinário da escrita livre, aqui e ali irrefreada, que não vira nem discurso de palanque, nem confissão amorosa ou existencial, mas arte literária.

Literatura Estrangeira / Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
Ou o poema contínuo

Similares

(3) ver mais
outono azul a sul
tesserato

Resenhas para Ou o poema contínuo (1)

ver mais
na porta
on 23/5/16


não me surpreende ninguém ter ousado resenhar este livro. quisera ter esta honra mas confesso , não foram poucos os poemas em que meus olhos apenas percorreram as letras sem entender o mínimo sentido do máximo ofertado. com certeza foi dado à Helder o mastro das melhores palavras e dos vínculos entre elas. os poemas colhidos das laranjas, mármores, corolas, humus, das alturas profundas nos é ofertado mas não numa bandeja. há em mim uma angústia por não alcançar esse todo imenso. nunca ... leia mais

Estatísticas

Desejam16
Trocam1
Avaliações 4.6 / 21
5
ranking 76
76%
4
ranking 10
10%
3
ranking 14
14%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

44%

56%

Diego Alves
cadastrou em:
30/01/2009 11:13:05
Jenifer
editou em:
03/02/2020 22:56:17