Palmeirim de Inglaterra

Palmeirim de Inglaterra Francisco de Moraes


Compartilhe


Palmeirim de Inglaterra





A novela portuguesa de cavalaria Palmerim de Inglaterra foi escrita por Francisco de Moraes em 1544. O enredo está dividido em duas partes: a primeira trata do nascimento e as primeiras aventuras dos irmãos gêmeos, Palmeirim e Floriano, filhos de D. Duardos e Flérida. A segunda, mostra os dois irmãos que saem pelo mundo, realizando façanhas ao lado de companheiros e damas, até culminar na grande batalha final entre “turcos” e “cristãos”, na qual sucumbem muitos dos heróis cuja trajetória acompanhamos nas páginas iniciais. Feitos de guerra e feitos de amor dão um colorido especial ao objetivo maior: a defesa da cristandade.

Palmeirim de Inglaterra é citado por Cervantes, em seu livro Dom Quixote, no Cap. VI:

“E abrindo outro livro, viu que era Palmerín de Oliva, e junto a ele havia outro que se chamava Palmerim de Inglaterra; e, ao vê-lo, disse o licenciado: – Dessa oliva façam ralhas e queime-se, que ainda não fiquem dela as cinzas; mas dessa palma da Inglaterra se guarde e se preserve como coisa única, […]”

Assim, Cervantes salvava o Palmerim de Inglaterra da fogueira do pátio de Dom Quixote, salvamento de livros de cavalaria no que apenas acrescentava o Amadís de Gaula e Tirant lo Blanc.

Literatura Estrangeira

Edições (1)

ver mais
Palmeirim de Inglaterra

Similares

(69) ver mais
Tirant lo Blanc
O Romance de Amadis
Amadís de Gaula I
Amadís de Gaula II

Estatísticas

Desejam10
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.0 / 1
5
ranking 0
0%
4
ranking 100
100%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

61%

39%

Luisa.
cadastrou em:
13/11/2016 15:08:01
Jovem Ulrich
editou em:
29/04/2017 13:54:34