Paradigmas 3

Paradigmas 3 Leandro Reis (Radrak)...


Compartilhe


Paradigmas 3





Vivemos em um mundo onde os rótulos definem o que devemos consumir. Um universo de padrões. De predefinições. De paradigmas.







Conhecer o suficiente para gerar a capacidade de ignorar esses modelos é uma obrigação da literatura fantástica moderna. Seja na fantasia, no horror ou na ficção científica, assim como no realismo, o que importa é inovar constantemente. Conhecer as regras e quebrá-las por convicção, jamais por ignorância.







Causar o novo é preciso! Barreiras são erguidas apenas para serem colocadas abaixo. Um paradigma só é tão eterno quanto a capacidade humana de desafiá-lo.







A Coleção Paradigmas é justamente o ângulo que rompe a membrana entre os subgêneros consagrados para fomentar o nascimento do original. Nela são reunidos contos de – e para – uma geração de novos escritores, livres de preceitos e com a mente no futuro.







Abra as asas. Quebre os paradigmas!







Orelhas da Obra:







Existem milhares de formas de se contar uma história, centenas de modos de se estruturar uma narrativa, mas pouco mais de uma dezena de maneiras de tornar uma obra original. Esta é a hora de revisitar, renovar ou rejeitar completamente um paradigma.







A palavra paradigma se origina do grego parádeigma, que em seu sentido literal quer dizer modelo, um padrão a ser seguido. Na literatura seria algo partilhado por diversos autores, como um fluxo de pensamentos que culmina em idéias semelhantes. É um termo complexo que aponta algo simples: os limites de uma idéia, o molde para se manter dentro dessas balizas.







A Coleção Paradigmas surge para apontar esses modelos que deram certo e as fórmulas que podem ser seguidas – ou rompidas. A proposta é apresentar contos incomuns, mesmo que baseados em paradigmas consagrados.







Os volumes podem ser lidos em qualquer ordem, assim como seu conteúdo. Para alcançar tamanha diversidade, foram selecionados 13 contos de autores fantásticos que se empenharam na busca do novo e do insólito sem deixar de lado o conhecimento acumulado, desenvolvido em séculos de literatura.







A arte de capa deste volume apresenta várias asas, remetendo à liberdade de criação que o homem deve dar a sua mente para gerar obras livres de amarras convencionais. Tudo possui um padrão, como indica a espiral áurea. Estética, métrica e simétrica a serviço do bom senso, da unicidade de estilos. Mas mesmo na natureza existe o caos. Na beleza das formas assimétricas e, ainda assim, surpreendentes em sua perfeição. A concepção não deve ser encarcerada.



Abra as asas. Quebre os paradigmas!



Contos e autores:







Baby Beef, baby! » Richard Diegues » autor dos livros Tempos de AlgóriA (2009), Sob A Luz do Abajur (2007) e Magia – Tomo I (1997), além de organizador e co-autor do livro Visões de São Paulo – Ensaios Urbanos (2006) e co-autor dos livros Histórias do Tarô (2008), Necrópole – Histórias de Bruxaria (2008), Necrópole – Histórias de Fantasmas (2006) e Necrópole – Histórias de Vampiros (2005). Trabalha com eventos e palestras na área literária, atuando também como editor pela Tarja Editorial. Paga as contas como programador de computadores, consultor editorial em apoio a novos autores, rastreando hackers e jogando bilhar. É o idealizador do projeto Paradigmas e participou dos dois volumes anteriores, além deste.







O Mito da Fecundação » Ludimila Hashimoto » Nipo-carioca residente em São Paulo há 17 anos, traduziu cerca de 20 livros dentre os quais, A Voz do Fogo (2002), de Alan Moore, e 8 livros da série Discworld, de Terry Pratchett. Publicou textos no seu blog, o extinto Argamassa Gorda e nos sites Letra & Vídeo e Terroristas da Conspiração. Teve também o seu conto Harmonia do Mundo, publicado na revista eletrônica de ficção científica Terra Incógnita (2008).







Reminiscências de Um Mundo Verde » Ronaldo Luiz Souza » Formado em Administração e Pós Graduado em Direito Tributário, trabalha na área jurídica, mas possui desde a mais tenra infância paixão por livros e literatura. Co-autor dos livros Réquiem Para o Natal (2008), Universo Paulistano (2009), Solarium (2009), Contos Selecionados de Novos Autores Brasileiros (2009), Fiat Voluntas Tua (2009), Enigmas do Amor (2009), Contos de Outono (2009) e Dias Contados (2009). Também possui quatro outras obras das quais fará parte ainda em 2009. Outros textos podem ser encontrados no blog Refúgio das Palavras, do próprio autor.







O Animal Morto » Saulo Sisnando » Escritor, dramaturgo, ator e diretor teatral, nascido no Ceará, mas morando atualmente em Belém onde é um dos mais populares autores do estado do Pará.Autor do romance fantástico infanto-juvenil Puzzle - Tenha Fôlego Para Chegar ao Fim! (2005). Escreveu os espetáculos teatrais As Ruminantes (2009), popPORN - Sete Vidas e Infinitas Possibilidades de Corações Partidos (2009), Cartas Para Ninguém (2009), Trash - O Outro Lado do popPORN (2008), Útero - Fragmentos Românticos da Vida Feminina! (2007), e criou o argumento e a quarta história do espetáculo Quatro Versus Cadáver (2009), uma trama noir escrita em conjunto com três autores paraenses.







Lamentações de Jeremias » Lúcio Manfredi » Escritor e roteirista de televisão, com contos publicados nas antologias Intempol (2000), Como Era Gostosa a Minha Alienígena (2002), Vinte Voltas ao Redor do Sol (2005), Histórias do Olhar (2002) e Novelas, Espelhos & Um Pouco de Choro (2001). Para a tevê, escreveu dois episódios de Brava Gente com temática fantástica, As Aventuras de Chico Norato contra o Boto Vingativo (2001) e a adaptação de Bilac Vê Estrelas (2006), de Ruy Castro. Foi colaborador das minisséries A Casa das Sete Mulheres (2006), e Um Só Coração (2004). Integrou ainda a equipe das novelas Como Uma Onda (2005), e Ciranda de Pedra (2008).







Esperança Corrompida » Leandro Reis » Morador de São José dos Campos, interior de São Paulo, é o autor do livro Filhos de Galagah (2008). Hoje trabalha na publicação de mais obras de seu mundo fantástico: Grinmelken. Também é autor de diversos contos, disponibilizados em sites, revistas virtuais e antologias publicadas. Mais informações podem ser adquiridas no site Grinmelken.







Em Berço Esplêndido » Camila Fernandes » É escritora e revisora de textos, enquanto seu alter ego, Mila F., é ilustradora. Nascida e residente em São Paulo, capital, lançou contos no NecroZine e nos livros Necrópole – Histórias de Vampiros (2005), Necrópole – Histórias de Fantasmas (2006), Visões de São Paulo – Ensaios Urbanos (2006), Necrópole – Histórias de Bruxaria (2008) e Paradigmas – volumes 1 e 2 (2009). Seu trabalho alia o rotineiro ao bizarro, o realista ao onírico. No momento, está preparando dois livros solo, ilustrando como freelancer e fazendo as capas da coleção Paradigmas.







Choque de Civilizações » Marcelo Jacinto Ribeiro » Técnico em informática sem paciência para ficar trancado em laboratórios, passou sua vida profissional vivendo fortes emoções no comércio, e ao invés de ir até o mundo fez o mundo vir até ele. Publicou vários mini-contos no projeto on-line Letra & Vídeo e no e-zine Black Rocket, e está se divertindo pacas com tudo isso! Autor iniciante cheio de fome e curiosidade, bibliófilo assumido, confesso e sem arrependimentos, PNE involuntário e sobrevivente profissional, atualmente passa seu gigantesco tempo livre escrevendo sobre tudo e todos.







Hatzemberger » Davi M. Gonzales » Engenheiro por formação, especialista em gestão da Administração Pública, atua na Administração Pública Federal. Residente em São Caetano do Sul. Podia estar roubando, matando... Mas está aqui, honestamente divulgando suas histórias... Acredita que a TV emburrece e que os livros são o melhor antídoto contra o entorpecimento da mente. Outros contos publicados, de forma não virtual: Prêmio UFF de Literatura (2008), Coletânea da Secretaria de Cultura de Niterói (2008), Antologia da Academia Niteroiense de Letras (2008), Coletânea FC do B – Ficção Científica Brasileira – Panorama 2006/2007 (2007), Antologia de Contos Fantásticos – CBJE – Câmara Brasileira de Jovens Escritores (2007), Antologia ASES - Associação dos Escritores de Bragança Paulista (2006), Antologia UNIVAP (2005), Antologia Idiossincrasias (2003).







O Cavaleiro e o Senhor do Inverno » Gianpaolo Celli » Além administrador de empresas, é escritor e editor. Sempre com um livro em mãos, é um leitor contumaz, estudioso de ocultismo, esoterismo e mitologia. Antes de se voltar à literatura, trabalhou com quadrinhos e apresentando matérias e aventuras-solo de fantasia na revista Dragão Brasil. Atualmente, além de colunista do site de neo-paganismo Tribos de Gaia, é co-autor da coleção Necrópole com os livros Histórias de Vampiros (2005), Histórias de Fantasmas (2007) e Histórias de Bruxaria (2008); do livro Visões de São Paulo - Ensaios Urbanos (2006). Também é co-editor e co-autor dos livros Histórias do Tarô (2008) e Steampunk (2009).







Velha Remington » Wolmir Alcantara » Atualmente, finalizando (lutando com) a dissertação de mestrado sobre Memorial de Aires, de Machado de Assis. Professor de Literatura. Bacharel (sem vocação) em Jornalismo. Isso no mundo ficcional. No mundo real: leitor de Terror e Fantástico, Allan Poe e Lovecraft, e outro bruxo, o do Cosme Velho. Publicou na antologia portuguesa Por Universos Nunca Dantes Navegados (2007) e na revista Scarium. Recebeu algumas menções honrosas em concursos literários. Participa da lista virtual Oficina de Escritores. Acredita em magia.







De Vento e Pedra » Viviane Yamabuchi » Arte-finalista de histórias em quadrinhos dos estúdios Maurício de Sousa desde 1994, ilustradora freelancer, formada em Design Gráfico e bailarina de Dança Indiana e Dança do Ventre quando sobra tempo. Estreando como escritora neste volume da Coleção Paradigmas.







O Homem Bicorpóreo » Hugo Vera » É formado em Publicidade e Propaganda desde 1998. Paulistano radicado em São Bernardo do Campo, planeja desde pequeno a conquista do universo. É hoje um dos moderadores da Comunidade de Ficção Científica do Orkut e participou das primeiras edições do Prêmio Bráulio Tavares com os contos O Futuro é o Passado (2007) e O Homem Bicorpóreo (2008), este classificado em terceiro lugar pelo júri popular.

Edições (1)

ver mais
Paradigmas 3

Similares

(1) ver mais
Encruzilhada

Estatísticas

Desejam9
Trocam3
Avaliações 3.3 / 19
5
ranking 21
21%
4
ranking 32
32%
3
ranking 26
26%
2
ranking 0
0%
1
ranking 21
21%

53%

47%

Marcelo Amado
cadastrou em:
09/09/2009 15:16:45