Perder a mãe

Perder a mãe Saidiya Hartman


Compartilhe


Perder a mãe


Uma jornada pela rota atlântica da escravidão




Com Perder a mãe, Saidiya Hartman ganhou notoriedade nos campos acadêmico e da crítica especializada ao propor uma abordagem original e pessoal da história da escravidão. A partir da jornada empreendida em Gana, seguindo a trilha de cativos do interior até a costa do Atlântico, Hartman retraça os meandros perversos do comércio atlântico de escravos, revelando seus efeitos em séculos de história africana e afro-americana, ao mesmo tempo em que busca vestígios de sua própria linhagem.

Como ela enfatiza, a escravidão impôs a milhares de pessoas a perda da família, da casa, do país. Perder a mãe é se separar de seus parentes, esquecer seu passado e habitar o mundo como uma estranha. Saidiya Hartman não encontra sobreviventes de sua família em Gana. Ela é uma estranha em busca de estranhos e sua jornada resulta num impactante relato baseado em encontros e pesquisa minuciosa e numa análise comovente sobre a importância de livrarmos do esquecimento as vidas destruídas pela engrenagem da escravidão.

História / Não-ficção

Edições (1)

ver mais
Perder a mãe

Similares

(1) ver mais
No vestígio

Estatísticas

Desejam31
Trocam1
Avaliações 4.5 / 37
5
ranking 73
73%
4
ranking 19
19%
3
ranking 8
8%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

23%

77%

Carlos.Eduardo
cadastrou em:
18/10/2021 17:18:35
Jenifer
editou em:
20/10/2021 12:10:31

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR