Poesias - Álvaro de Campos

Poesias - Álvaro de Campos Fernando Pessoa


Compartilhe


Poesias - Álvaro de Campos


Fernando Pessoa




Fernando Pessoa atribui grande parte de sua obra a três personagens distintos.

Cerebral e retraído, inimigo da expansão ingênua, Fernando Pessoa concebeu o projeto de ocultar na criação voluntária, fingindo indivíduos independentes dele - os heterônimos -, e inculcando-os como produtos de um imperativo alheio à sua vontade.

Além de usar o próprio nome em diversas produções, muitas assinou com os nomes Álvaro de Campos, Alberto Caeiro, Ricardo Reis, poeta cada um desses, de características bem individuais, tantos nos meios expressivos quanto na substância, e até em biografias curiosamente inventadas por Fernando Pessoa, que traça-lhes também o perfil espiritual.

Álvaro de Campos é poeta de versos livres sem a contenção estóica de Reis. Cultiva a audácia e a energia, mas contraditoriamente faz a apologia do anti-heroísmo (Poema em linha reta). É o heterônimo mais próximo a Fernando Pessoa.

Literatura Estrangeira / Poemas, poesias

Edições (10)

ver mais
Poemas de Álvaro de Campos
Poemas de Alvaro de Campos
Poemas de Álvaro de Campos
Poemas de Álvaro de Campos

Similares

(8) ver mais
Navegar é preciso
A poesia completa de Álvaro de Campos
Poemas completos de Alberto Caeiro
Livro do Desassossego

Resenhas para Poesias - Álvaro de Campos (21)

ver mais
Intenso
on 29/4/20


Poemas que tratam medo, um pouco e solidão, dúvida e uma gota de esperança.... leia mais

Estatísticas

Desejam42
Trocam54
Avaliações 4.4 / 793
5
ranking 57
57%
4
ranking 27
27%
3
ranking 14
14%
2
ranking 2
2%
1
ranking 1
1%

31%

69%

bruno
cadastrou em:
23/09/2015 13:05:05