Por que amamos?

Por que amamos? Helen Fisher


Compartilhe


Por que amamos?


A natureza química do amor romântico




Com pesquisas fundamentadas em imagens do cérebro e experiências de terapia gênica, a antropóloga americana mostra que a paixão é fruto de dependência química. O amor romântico é caracterizado por descargas de dopamina, que viciam como cocaína ou chocolate. A humanidade teria desenvolvido mecanismos com o objetivo de unir homem e mulher, garantindo a reprodução da espécie.

Edições (1)

ver mais
Por que amamos?

Similares


Resenhas para Por que amamos? (2)

ver mais
"Afinal, o que é o amor?"
on 23/11/10


Shakespeare indagou. A autora consegue resumir, em cada capítulo deste livro, diferentes olhares e concepções sobre o amor, de Darwin à Platão. São exibidas definições poéticas, científicas, antropológicas e psicológicas sobre este sentimento. Um livro muito indicado para quem tem interesse sobre o tema, pois o amor é amplamente analisado, seja do ponto de vista filosófico ou das mais complexas reações cerebrais.... leia mais

Estatísticas

Desejam40
Trocam1
Avaliações 3.6 / 25
5
ranking 20
20%
4
ranking 40
40%
3
ranking 28
28%
2
ranking 8
8%
1
ranking 4
4%

32%

68%

Guilherme
cadastrou em:
06/02/2009 21:30:21