Parasyte #01

Parasyte #01




Resenhas - Parasyte #01


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Nanda Lima 01/12/2015

Um mangá estranho. E viciante.
MINHA EXPERIÊNCIA DE LEITURA


Este mangá faz parte do “pacote” de grandes lançamentos da JBC neste ano de 2015. É considerado um clássico dos quadrinhos japoneses com temática ficção científica – tanto que o incluí em minha lista de melhores mangás de ficção científica de todos os tempos. A história trata do adolescente Shinichi Izumi e sua relação com o parasita alienígena que invade sua mão e passa a controlá-la. Os dois criam uma “amizade” forçada, visto que a sobrevivência de um depende da sobrevivência do outro até certo ponto. Além disso, Izumi tem que esconder de todo mundo – incluindo seus pais – o que está acontecendo, ao mesmo tempo em que tenta entender e aceitar essa novidade.

Este primeiro volume começa com uma reflexão interessante sobre a humanidade e o Planeta Terra, e então nos mostra como aconteceu o primeiro encontro entre nosso protagonista e o parasita. Há outros personagens interessantes, como pessoas que também foram infectadas por outros parasitas, além dos pais de Izumi e seus colegas de escola. Um detalhe interessante sobre o alienígena é que ele é inteligente, fala e tem um grande interesse em ler e estudar tudo o que puder sobre nosso planeta e seus habitantes.

Izumi se vê diante de um dilema moral quando várias pessoas começam a morrer ao redor do mundo e ele sabe que os alienígenas são os responsáveis. No entanto, obviamente, ele não pode contar a verdade a ninguém, caso o contrário será tratado como uma aberração. É neste ponto que a história começa a ficar mais interessante, e eu imagino que o desenvolvimento do enredo se dará a partir desse dilema, de como Izumi vai lidar com tudo o que sabe, visto que a Terra está em perigo com a vinda desses seres do espaço.


DESENHOS


Não espere uma arte espetacular em ‘Parasyte’. A arte de Hitoshi Iwaaki é competente e combina muito bem com o enredo, mas não enche os olhos de quem lê. Os traços são simples e um tanto retos, o sombreamento é claro e a narrativa gráfica é como a história: vai direto ao ponto, é objetiva e simples. E isso é um dos pontos altos do mangá.

VEREDITO


Divertido, com um plot inteligente e inquietante, ‘Parasyte’ certamente é um dos melhores lançamentos do ano e deve ser conferido por todo mundo que gosta de quadrinhos em geral. Vai direto ao ponto e tem um protagonista – além de outros personagens – com muito potencial, a julgar pela leitura apenas do primeiro volume. Obra elogiadíssima e presença constante em listas de melhores de muitos leitores e críticos, é uma boa aposta que você deve fazer.
Excelente!

Nota:

5/5


site: www.umaleitoraassidua.blogspot.com
comentários(0)comente



Paulo Eduardo 12/10/2016

Em Parasyte, criaturas parasitas desconhecidas começam a surgir por todo o mundo, tomando controle do corpo de pessoas comuns e se alimentando de outros seres humanos. Shinichi é um estudando comum que acaba “hospedado” por uma dessas criaturas em sua mão direita, que por um mero acaso do destino, falha ao tentar dominar a mente do garoto Agora, os dois terão que tentar co-existir em hamornia, ao passo que tentam descobrir mais sobre a identidade dessas criaturas e se questionam se o mundo sobrevivirá a essa invasão.
A obra de Hitoshi Iwaaki é um misto de ficção com terror, e com boas pitadas de “gore”. Eu particularmente detesto histórias de terror e mutilação, mas aceitei bem a leitura de Parasyte. A história não é apenas aterrorizante, mas também te faz pensar em questões sérias, na maioria das vezes de forma bem-humorada. Além disso, o desenvolvimento da relação forçada entre Shinichi e seu novo “inquilino” é um dos pontos altos da leitura. O Volume 1 é extremamente instigante, ao passo que queremos saber mais sobre esses estranhos invasores, e acompanhar como a relação entre o protagonista e sua “mão direta” vai se desenrolar. Miggy, que é como você vai passar a chamá-lo, é um personagem muito interessante pois, apesar de extremamente inteligente, está preocupado apenas em sobreviver, enxergando o mundo de forma completamente diferente da de Shinichi.
Enfim, é uma ótima edição de estreia, de um material que tem muito potencial. Ah, e prepare-se para muitas cenas bizarras e perturbadoras, pois se tem algo que Hitoshi sabe fazer é chocar o leitor.

comentários(0)comente



Cilmara 13/07/2016

Fui surpreendida!
Quando avistei na banca este mangá pela primeira vez considerei que fosse algo extremamente cômico e escrachado. Porém, diante de seu enorme sucesso fiquei curiosa e me permiti de mente aberta conhecê-lo.
Parasyte é um mangá de ficção cientifica, que quando bem lido traz elementos de terror, drama e ação, mas acima de tudo é um entretenimento indispensável de ótima qualidade.
Este primeiro volume inicia com uma reflexão sobre os acontecimentos atuais degradantes em nosso planeta, como a super-população e a destruição do nosso ecossistema.
Alguns parasitas invadem uma cidade pacata de Tóquio, e começam a dominar todos os humanos possíveis, entrando através do nariz, ouvidos e boca a fim de atingir o cérebro e dominar o restante do corpo, porém Izumi Shinichi consegue desvencilhar e acaba sendo atingido somente na mão direita. Á partir desse momento temos vários pontos para analisar no decorrer da história: Será que Izumi e Migui serão amigos ou inimigos?; Será o fim da raça humana?; Por que eles surgirão?; A vida de um humano é mais preciosa do que os outros seres que o cercam?
É um roteiro rico em detalhes interessantes e nos prende rapidamente. A arte não tem nada de extraordinário, mas reflete bem o enredo.
Agora vou correr para achar os outros volumes, antes que esgotem ...:D
comentários(0)comente



José Alexandre 17/06/2016

Quem são os verdadeiros ''monstros''?
Já esperava uma excelente história desse mangá,pois acabei vendo primeiro o anime Kiseijuu,que foi a adaptação das folhas para as telas,e os dois são simplesmente sensacionais,os desenhos aqui tem uma pegada retrô (esse mangá é bem velho,de 1988 se não me engano,a arte mesmo sendo antiga,é muito bem feita e trabalhada),os personagens são carismáticos,com destaque para o Shinichi e o Miggy é claro,a amizade entre os dois no começo é meio ''conturbada'',mas ao passar do tempo,você percebe a grande evolução física e mental entre eles,o roteiro é tão envolvente que chega a ficar viciante,você não consegue parar de ler,e quando percebe,já acabou um volume e está louco atrás do próximo,o mangá também levanta uma questão sobre a humanidade,um debate que mesmo pra uma trama louco dessa,acaba fazendo sentido na realidade atual,por outro lado,achei o mangá bem violento e gore,tem cenas bem: ''Wtf?'',mas eu que curto isso,adorei,pode não ser indicado para pessoas que tem estômago fraco,no mais,é uma excelente trama,que vale a pena acompanhar,são só 10 volumes,se lê muito rapidamente e vai valer cada minuto.
comentários(0)comente



Alex 14/09/2016

Genial
Esse mangá é genial, apenas leiam.
comentários(0)comente



Bibs 06/12/2017

Um mangá cheio de conteúdo.
"Não julgue o livro(mangá) pela capa" que história bem feita cheia de profundidade e objetivo, estou impressionado com esse volume.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



gabriel 17/11/2015

Com a população da Terra, estando no seu limite, alguma raça desconhecida alienígena decidiu fazer algo para melhorar a cituação aqui, mas não necessariamente seria de uma forma bem aceita pelos humanos, como foi o caso de eles terem enviados um tipo de parasita que se hospedou no cérebros de algumas pessoas, e assim começaram a controla-las, e matando os seres humanos a sua volta, só que nesse processo ouve algumas falhas...



Shinichi, é um garoto que está cursando o colegial, pensa em passar no vestibular, é afim de uma garota da sua escola, e teve sua mão possuída por um dos parasitas. Sim, esse foi uma das vezes que o parasita não teve o controle do corpo do humano 100%, mas isso vai gerar uma amizade um tanto estranha entre os dois, como o parasita fala, é inteligente e tem um instinto de sobrevivência, ele vai gerar alguns benefícios para o seu hospedeiro, só que também alguns problemas.

Como falei no começo os parasitas que conseguiram controlar seus humanos por completo, estão matando pessoas pelo mundo todo, só que a existência deles ainda é desconhecida na Terra, ou ao menos só o Shinichi sabe sobre eles, e ele não pretende ficar parado, ele vai tentar arrumar um jeito de salvar as pessoas, e também descobrir de onde veio esses parasitas, mas onde isso o irá levar? E será que as respostas que ele vai encontrar serão boas?




Ps: no mangá tem umas cenas muito engraçadas, que me fizeram dar boas risadas durante a leitura.

"Desde que foi lançado o anime desse mangá ano passado, eu fiquei muito curioso para ler ele, mas só agora com o lançamento da JBC, que pude lê-lo, a historia não me decepcionou em nada, pelo contrario só me fez querer ler logo os outros volumes, mas não curti muito os traços do manga, porque eles não tem tantos detalhes e acabam se tornando feios, mas calma, isso não atrapalha nada na leitura, e super recomendo ele, e também esse ano será lançado no Japão, a segunda parte do filme Live Action, do mangá."

site: http://perdidoemlivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8