DPF - Departamento de Polícia da Física, Vol. 1

DPF - Departamento de Polícia da Física, Vol. 1



Resenhas - FBP - Departamento da Polícia de Física


3 encontrados | exibindo 1 a 3


Marieliton M. B. 24/05/2016

Quando a física deixa de ser uma ciência exata
E se de uma hora pra outra todos os princípios da física resolvessem parar de funcionar da forma como aprendemos em sala de aula, como lidar com isso? Quem nos socorreria quando a gravidade se tornasse uma anti-gravidadade? Pra combater essas e outras anomalias físicas é que existe o DPF, o Departamento de Polícia da Física.

Na estória, acompanhamos o dia a dia do agente Adam Hardy e somos apresentados a um mundo em que essas anomalias físicas estão cada vez mais comuns e surpreendentes. E isso torna a frase que rege a hq uma constante, ou seja, “o impossível sempre é possível”.

Confesso que esperava um pouco mais dessa hq. Pensava que ela traria um enredo mais pé no chão, palpada em teorias físicas e tal, mas não foi bem isso o que encontrei ao ler. O mundo no qual se passa a estória, mais parece ter saído das páginas das hqs do Doutor Estranho do quê outra coisa. Tudo muito “surreal” pra o meu gosto.

A arte é bacana e o enredo é leve e despretensioso. Esse primeiro encadernado não me convenceu pra ir atrás do resto da estória. 8/
comentários(0)comente



Ramoni 21/04/2016

Enredo inusitado, leitura leve, desenhos incríveis e uma colorização de encher os olhos.
"Nas condições adequadas, o impossível sempre é possível."

Acabo de ler a primeira edição de "DPF - Departamento de Polícia Física: Mudança de Paradigma", leitura que já adianto: vale a pena.
O enredo se passa numa realidade alternativa, na qual a física vive pregando suas peças: anomalias gravitacionais, distúrbios no espaço-tempo, tornados quânticos...e por aí vai. E, no meio de toda essa confusão, está o DPF, tentando resolver toda essa bagunça e salvar nossa realidade.
O roteiro é bem escrito, leitura que flui muito bem, personagens cativantes e os desenhos são ótimos, mas o que me impressionou, de fato, foi a colorização. Cores quentes e gritantes, tons desajustados, que dão todo um toque psicodélico ao quadrinho.
Fica a dica!
Abraço!
comentários(0)comente



Mariana 03/04/2016

Recomendo FBP
Estava na ultima semana numa barca de jornal procurando a última edição do homem animal, quando o jornaleiro pego essa Hq e disse que era a melhor revista que tinha chegado esse mês .Eu olhei...olhei.... vi que era da Vertigo. achei a história legal, no fim acabei comprando. O encadernado reúne as edições 1 a 7 da série que ainda esta sendo publicada do EUA; Achei essa Hq bem interessante e criativa, um ponto alto é coloração. há historia me lembrou um pouco o filme "interestelar", devido a facilidade de fala sobre temas complexo da física para o publico leigo.
Fiquei ansiosa pelas próximas edições!
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3