O Coração do Cão Negro

O Coração do Cão Negro




Resenhas - O Coração do Cão Negro


23 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Daniel Moraes (Irmãos Livreiros) 27/05/2021

O coração do Cão Negro, de Cesar Alcázar e Fred Rubim
O coração do Cão Negro, graphic novel publicada pela Editora Avec, é um quadrinho que traz a história de Anrath, um guerreiro irlandês que, após a brutal morte de sua família, foi criado por vikings e seguindo sua vida com os costumes e hábitos, se apaixonou pela filha de seu grande líder e, acidentalmente, se culpa pela morte dela, o que o faz um mercenário.

Vagando pelo mundo tal qual um mercenário, sendo perseguido por irlandeses como também pelos vikings, uma vez que é um despatriado em ambos os lados, justamente em uma Irlanda dividida em guerra com seus governantes e, em constante batalha com os vikings.

Inegavelmente, o arco da narrativa se passa através de um período histórico onde a luta por terras e espaço entre Irlandeses e vikings, representada através dos traços duros bem desenhados por Fred Rubim, enfatizam o período que a história se passa e toda sua construção, muito bem roteirizada no qual Cezar Alcázar amarra a fantasia medieval e a política de construção irish.

O coração do Cão Negro, escrito por Cezar Alcázar e ilustrado por Fred Rubim, é uma excelente graphic novel encanta com sua narrativa e traz um novo formato de quadrinho para suprir a necessidade que o Brasil necessita no segmento de HQs. Altamente recomendado!

site: http://bit.ly/iLpost2304
comentários(0)comente



Felipe.Protti 12/06/2020

O desenho é muito agradável, a história é interessante mas fiquei um pouco perdido em relação aos personagens.
comentários(0)comente



Rodrigo Leão 26/09/2020

Ótimo
História muito boa , o nosso herói eh muito legal , e n e cheio de clichês
comentários(0)comente



Gárgula 11/03/2020

O Coração do Cão Negro – Volume 1
Finalmente matei minha curiosidade!
Há muito tempo venho querendo ler O Coração do Cão Negro – Volume 1, da dupla Cesar Alcázar (roteiro) e Fred Rubim (arte) e publicado pela AVEC Editora.

Aproveitei que estava na Feira Pop & Arts 2020 e comprei com minha amiga Lígia Colares esse primeiro volume. No dia seguinte já tinha lido e logo comecei a escrever minhas impressões de tão boa que é essa leitura.

Nada como um bom personagem e um bom roteiro
Bastardos e mestiços sempre dão personagens excelentes. Suas vidas envoltas em segregação, dureza e martírio conseguem fisgar a maioria dos leitores. Assim é a história de Anrath, um mercenário irlandês conhecido pela alcunha de Cão Negro de Clontarf.

O protagonista nasceu gaélico mas foi criado pelos vikings. Renegado por ambos, ele vive entre dois mundos sem pertencer a nenhum deles. Vivendo como um mercenário ele acaba sendo contratado para um serviço que o levará ao encontro e confronto de forças sobrenaturais e por que não, cthulescas.

Impossível não traçar um paralelo de inspiração com Conan, de Robert E. Howard, seja pelo comportamento do personagem, seja pelas aventuras sobrenaturais as quais enfrenta. Assim como Howard era influenciado por H. P. Lovecraft, vemos Alcázar seguir semelhante estrada na construção de sua dark fantasy.

Ficou excelente mesmo!

Como a arte ajuda a construir o imaginário do leitor
Quem nos acompanha aqui no blog sabe que sou fã de carteirinha da arte de Fred Rubim (falamos sobre a arte dele aqui). Seus traços riquíssimos permitem que o leitor facilmente viaje pelos mundos apresentados pelos roteiristas com quem ele trabalha. Em O Coração do Cão Negro não é diferente.

Neste quadrinho entretanto temos uma arte mais direcionada ao real. Os traços são menos exagerados e essa diferença fica nítida se comparamos aos seus trabalhos em Le Chevalier, que permite um traço mais solto e até mesmo cartunesco.

Muito bom perceber a plasticidade do talento de Rubim e a capacidade de adaptação da arte diante do enredo.

Conclusões finais
É nítido que estamos tendo a possibilidade ímpar de ver excelentes duplas nacionais se reunindo e nos entregando material em quadrinhos da melhor qualidade!

A AVEC Editora está de parabéns em ter um título de tal grandeza em seu catálogo. Que seus títulos só melhorem pois quem ganha somos nós, os leitores!

Quero ler mais aventuras do Cão Negro e indico demais a compra para quem curte dark fantasy em quadrinhos! Fica a dica para meu amigo Aurélio Costa, que gosta do gênero.

Boa leitura!

Resenha publicada no site Canto do Gárgula.

site: https://cantodogargula.com.br/2020/02/27/o-coracao-do-cao-negro-volume-1/
comentários(0)comente



Thalles.Haydan 17/07/2020

O coração do cão negro
Eu achei a história bem legal, mas achei que ele poderia ter algumas páginas a mais. Acho que muitas coisas se resolveram muito rapidamente nessa história, e poderia ter um desenvolvimento melhor. Acho também que o desenvolvimento do mundo ficou muito jogado e algumas coisas o leitor vai ter que preencher as lacunas sozinho. Algumas pessoas também podem ter dificuldades em se encontrar na questão dos personagens por eles terem nomes complicados e, por a história não ter um aprofundamento, acaba ficando complicado entender como os personagens estão sendo distribuídos na história. Enfim, no mais, achei a história bem legal.
comentários(0)comente



Estevão 19/04/2020

arte execelente
a arte é muito bonita, porém a história inicial é regular, vamos aguardar a continuação da saga.
comentários(0)comente



Ivo 21/04/2020

Ok!
sem enredo forte, sem personagens cativantes, uma leitura razoável!
comentários(0)comente



Gabi 04/06/2020

O coração do cão negro
O coração do cão negro - volume I
64 páginas.

Sinopse: Anrath, o mercenário irlandês conhecido como o ?Cão Negro de Clontarf?, é um homem atormentado. Nascido gaélico, foi criado entre os Vikings. O destino fez dele um renegado, um guerreiro condenado a vagar entre duas culturas sem pertencer a nenhuma. Contratado pelo misterioso Inglês para encontrar o medalhão chamado ?Coração de Tadg?, Anrath é envolvido em uma trama de vingança e traição que o levará direto para as mãos de Ild Vuur, o viking, e o fará confrontar horrores além do espaço e do tempo.

A história é bem curta e bem objetiva, mas muito bem executada. As ilustrações foi o que eu mais gostei. Com traços mais duros e cores frias dão um tom rude que a história precisa.
comentários(0)comente



Rodrigo.Calza 11/08/2020

Anrath, o mercenário irlandês conhecido como o "Cão Negro de Clontarf", é um homem atormentado. Nascido gaélico, foi criado entre os Vikings. O destino fez dele um renegado, um guerreiro condenado a vagar entre duas culturas sem pertencer a nenhuma.

Com uma leitura fluída e bem legal, um dos meus gêneros de leitura favorito!
comentários(0)comente



LimViera 01/07/2020

CÃO NEGRO
Não tem um primeiro livro muito viciante, são muitas informações ao mesmo tempo por isso é um pouco confuso
comentários(0)comente



Paula.Lemos 25/03/2020

Leia sem grandes espectativas
A obra é curtinha, sem enredo forte ou personagens cativantes.
Conta a estória do cão negro que é contratado para resgatar um amuleto antigo, um medalhão, que na realidade seria uma mapa para um tesouro antigo. Entretanto, ele é traido pela pessoa q o contrata, um inglês... A história é curtinha sem adentrar de verdade na cultura escandinava, dos Vikings, nem na própria trama relacionada ao amuleto ou lenda e a cultura que o envolve.
vale a leitura se vc não tem nada para ler, mas não se estiver esperando algo interessante de verdade.
comentários(0)comente



@paty_bookaholic 11/04/2016

O Coração do Cão Negro, @AVEC_EDITORA
Irlanda, 1022 D.C.

Assim começa a aventura de Anrath, o Cão Negro.

Anrath é contratado por um inglês para recuperar uma relíquia em uma tumba, o que ele não espera é que este seja o inicio de uma aventura inimaginável. Seu passado é contado em flashbacks durante toda a aventura, sua relação com vikings e uma mulher que ele amava são os principais pontos relembrados.

O Inglês que o contratou o trai, seus objetivos eram maiores que um simples medalhão. Levado ao seu maior inimigo Anrath se vê preso leva-do aos confins para servir de sacrifício.

Continue lendo em: http://portal.julund.com.br/resenhas/o-coracao-do-cao-negro-avec_editora

site: http://portal.julund.com.br
comentários(0)comente



Antonio.Augusto 03/07/2021

Excelente HQ
Achei essa HQ na internet e resolvi ler por acaso. Acabou que me cativou muito, logo eu que nem sou de ler HQs.
A história é quase que uma ilustração dos contos Saxônicos de Cornwell.
Cativante, ilustrações excelentes, enredo eletrizante. Uma ótima HQ feita pro brasileiros.
comentários(0)comente



Marcos Pinto 14/05/2016

Muito bom!
Anrath, O Cão Negro, é contratado por um inglês para recuperar um medalhão que foi há muito perdido. Em busca de tal artefato, ele encontra sua primeira batalha e também a primeira vitória. Contudo, o que parecia muito simples começa a se complicar quando o protagonista sofre desagradáveis surpresas em seu trajeto.

Diante dos acontecimentos, o Cão Negro terá que reencontrar o seu passado e tentar acertar algumas de seus problemas. Contudo, algumas dívidas parecem impagáveis com bens; só o sangue pode saná-las. Assim sendo, Anrath terá que lutar contra homens e deuses para se manter vivo.

Partindo dessa premissa, Cesar Alcázar e Fred Rubim criam um excelente trabalho. Destacam-se, nessa obra, o contexto utilizado e o excelente trabalho gráfico. Através do enredo teremos contato com a mitologia nórdica, o que é bem interessante. Apesar de ainda não ser completamente aprofundada, dá para ter uma boa ideia do excelente material que virá por aí nos próximos volumes.

“Roubar a sepultura de um druida traz má sorte”.

Em relação à parte gráfica, temos desenhos sombrios, em tons escuros, dando um aspecto mais dark para o HQ. Levando em consideração o enredo em si e tudo que se desenvolve nele, a escolha de uma arte mais obscura foi acertada. Afinal, temos certos elementos do terror envolvido no trabalho e o povo viking não é exatamente o que eu chamaria de dócil.

Outro ponto interessante do trabalho é a referência “clássica” que ela carrega. Como para bom conhecedor meia imagem basta, é possível ver nitidamente que os autores beberam das fontes de H.P. Lovecraft e Robert E. Howard e trouxeram certos elementos para esse HQ, o que deixa tudo mais rico. Destaco, especialmente, a referência a Cthulhu, uma das minhas entidades cósmicas favoritas.

Quanto à parte física, eu não tenho o que reclamar. A AVEC trouxe para o mercado um material de altíssima qualidade, com bela capa, um ótimo material para impressão e revisão perfeita. Sem dúvidas, tudo contribui para uma excelente leitura.

“Nunca subestime um cão na coleira, inglês. Às vezes, eles escapam e mordem!”

Diante de todos esses aspectos, resta-me apenas indicar O Coração do Cão Negro. Mesmo que você não goste de HQs, essa obra tem tudo para te agradar.

site: http://www.desbravadordemundos.com.br/2016/05/resenha-o-coracao-do-cao-negro.html
comentários(0)comente



Rusbis 18/05/2016

Confira a resenha de O Coração do Cão Negro:

site: https://www.youtube.com/watch?v=6mXsWprUrOY
comentários(0)comente



23 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR