Maybe Now

Maybe Now




Resenhas - Maybe Now


26 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Jeje 16/10/2021

Amei tanto esse livro que não tenho nem palavras pra explicar. Colleen faz a gente realmente sentir o que os personagens estão sentindo e foi tudo tão lindo e romântico e perfeito ?? Sydney é um exemplo de pessoa e ela e o Ridge merecem cada pingo de felicidade desse mundo. Maggie é maravilhosa e amei o desfecho dela, ela merece tudo que há de bom. Warren tem meu coração sendo tão palhaço mas tão sério e certo com certas coisas. Sydney e Bridgette tem uma amizade PERFEITA E NGM DISCUTE. Maybe someday e maybe now se tornaram meus favoritos da Colleen!!!! Uma escritora que todos deveriam conhecer!!!
comentários(0)comente



Junior 31/08/2021

Que grande bagunça gostosa.
Começou meio frio e sem noção com muito ciúmes e faltando responsabilidade afetiva, mas acabou se tornando uma sitcom maravilhosa, confesso que eu gostaria de ter um grupo de amigos disfuncional e desconfortável como esse. Esse livro só nos mostra que o amor vai além do sentimento, vai além das Barreiras e que amizades podem surgir de situações e pessoas mais improváveis, vide Brigitte (risos), e o final? Por mais tosco que pareceu, o meu coração se encheu de calor. As partes de Ridge e Sidney poderiam ser mais curtas e a Maggie ter mais espaço de boa (Sorry, Colleen).
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Marina @cafeina.literaria_ 15/05/2021

Final da Maggie
Esse livro não acrescenta muita coisa pro final de Talvez um Dia, mas foca mais na Maggie e em como as coisas acabaram pra ela. Gostei que eles todos se resolveram e continuaram amigos. Recomendo pros fãs de Talvez um Dia.
comentários(0)comente



Maria Fernanda 08/05/2021

Mais do mesmo
O livro é uma continuação direta do primeiro, Talvez um Dia, porém com o foco mais voltado pra Maggie. Não achei que teve nada de muito interessante, reviravoltas, nem nada do tipo.

Achei a Syd muito complacente com tudo, sei lá, ninguém é 100% assim, ficou muito conto de fadas hahaha, o novo relacionamento da Maggie foi totalmente aleatório e sem uma boa construção.

O livro é basicamente Syd e Ridge falando eu te amo 24h, Maggie tentando não se preocupar tanto com sua doença e só. O final só pode ter sido um surto, pq mt sem noção.

O livro é mais do mesmo, super água com açúcar e não havia necessidade de ter sido escrito. Não sei o que rolou com a CoHo aqui.
comentários(0)comente



Ana 25/04/2021

Foi um bom livro para colocar os pontos nos is, principalmente ao que diz respeito a personagem Maggie. A escrita de CoHo é muito boa então para mim sempre é um bom livro kkkk, porém achei o final bem surtado, a relação de Ridge com Syd bem okay e alguns momentos fofo, mas pra mim realmente o foco foi a Maggie.
comentários(0)comente



Pou 30/03/2021

Maybe Now
Um livro lindo, de leitura super levinha e que aquece o coração! Amei a continuação, amo o casal Ridge e Syd e me apaixonei pela Maggie e toda a sua história
comentários(0)comente



Izabela 29/03/2021

Esse foi (provavelmente) o livro que eu mais enrolei para ler na minha vida. Não estou falando de enrolar a leitura (porque devorei o livro em menos de 24h), mas sim de começar o livro para início de conversa mesmo. Como comentei na resenha de Maybe Not, o livro Maybe Someday é o meu favorito da autora (e um dos meus favoritos da vida), então eu estava me segurando demais para ler as continuações com medo de estragar algo que amo tanto. O que é um absurdo se tratando dessa autora, eu sei. Ainda assim, li o primeiro livro da trilogia em 2015 e só agora em fevereiro (as resenhas seguem um pouco atrasadas, mas no canal os vlogs de leitura estão mais em tempo real) que fui ler as continuações. Vou ser bem honesta (como sempre, rs), se não fossem as músicas de Maybe Someday, Maybe Now teria roubado o trono do meu coração. Então acho que já fica bem claro que o livro ficou cinco estrelas brilhantes e um lindo coração de favorito (e entrou no meu top cinco da autora, que está completo num vídeo do canal). Sério, esse é o livro mais leve da Colleen Hoover e o tanto que a leitura me fez bem não está escrito. O livro todo parece uma grande temporada da série Friends (o que é genial) e eu gastei tantos post-its que quase foi uma cartelinha inteira. Ele também tem músicas inéditas, mas não tão marcantes (e importantes dentro da história em si) quanto as do primeiro. Acho que nem preciso avisar, mas farei mesmo assim: Essa resenha vai ser o auge dos spoilers para quem ainda não leu nem Maybe Someday (Talvez um Dia) nem Maybe Not. Obrigada. De nada.

Ridge e Sydney finalmente estão juntos. Juntos mesmo. Não é evitando o que sentiam e nem mesmo com um ou outro se sentindo culpado. É um relacionamento oficial. E é tudo que eles esperavam e muito mais. De fato, eles se completam. Só tem um detalhe que poderia atrapalhar todo esse paraíso, Maggie. A ex de Ridge ainda faz parte da vida dele por completo e Sydney nem tem coragem de falar muito sobre como ela se sente quanto a isso quando ela considera tudo que eles passaram para chegarem ali. E Maggie nem faz de maldade (na maioria das vezes), é porque ela não tem ninguém com quem contar além de Ridge e Warren. Ela precisa deles por mais que, muitas vezes, ela se recuse a acreditar nisso. Vemos o amadurecimentos dos casais Ridge e Sydney e do Warren com a Bridgette também, mas vamos além ao ver o crescimento da Maggie como um todo. A grande amizade que é fortalecida e o tanto que todos ali precisam ver as coisas do mundo de outra forma.

Sério. Mano do céu. Sério mesmo. Surreal. Parei. Ok, vamos voltar a falar sério agora (haha). O livro é o mais leve da autora em questão dramas (e sabemos que Colleen é a rainha dos dramas que quebram nossos corações e nós amamos cada segundo disso) e eu posso falar isso agora que oficialmente já li todos os publicados da autora. Claro, tem algo para ser resolvido entre os personagens aqui ou ali, principalmente com tudo que rolou entre o casal Ridge e Sydney e a Maggie, mas não é nada absurdo e não temos o nosso coração quebrado em nenhum momento do livro. O que é maravilhoso! Como comentei no começo, o livro é muito a cara da série Friends. Porque eles estão todos tentando se resolver (Ridge, Sydney, Maggie, o crush novo da Maggie, Warren, Bridgette e algumas vezes o povo da banda), muitas vezes estão todos na mesma casa e tem sempre um clima leve e muitas vezes debochado que é genial e o clima sei nem explicar. É um grande "vou fechar todas as pontas soltas de todos os personagens e deixar os corações dos meus leitores quentinho, mas vou fazer eles rirem demais também" da Colleen para gente. Ah! E o livro começa exatamente de onde o primeiro parou. Nível de dia seguinte mesmo e eu adorei isso (hehe).

Sobre as músicas, como comentei também, elas estão presente e são inéditas, mas não são parte essencial da história como no primeiro livro. Como assim? Simples. Em Maybe Someday os personagens muitas vezes precisavam se comunicar com as músicas. Eles perguntavam coisas e respondiam pelas letras e melodias e nós, leitores, sentíamos tudo isso com eles, afinal, estávamos ali lendo e esperando uma resposta tanto quanto eles. Por isso que, na minha opinião, o primeiro livro ainda é melhor. Essa ligação entre as músicas, a história e o leitor é algo único e que me marcou demais... mas o terceiro livro é fantástico também e tem músicas, mas elas são extras. Elas não são mais respostas que estávamos segurando o ar enquanto não apareciam. São momentos legais e que falam muito também, mas sem todo esse impacto.

Em alguns (muitos) momentos, Maggie me irritou demais. Do nível de que peguei o celular durante o vlog de leitura só para reclamar dela mesmo. Mas aí aos poucos fui me colocando no lugar dela (com a ajuda do Ridge, que faz esse caminho junto com a gente) e vamos entendendo e torcendo por ela. Todo o clima de amizade e torcida que vai se formando no livro é uma delícia de ler. Ah. Um pedido, de coração, leiam esses livros dessa trilogia em inglês ou, pelo menos, leiam a tradução das músicas originais. Porque fiquei sabendo que a editora adaptou as letras (ou seja, não traduziu... mudou coisas pro meio) e isso mudou demais tudo que sentia nas letras. Sei que não é todo mundo que lê em inglês e tudo bem, como falei, pode ler a tradução das letras quando a música aparecer (hehe). Obrigada. Por fim, apenas leiam. Não façam como eu que enrolei, ok?

site: http://www.brincandodeescritora.com/
Vicky 29/03/2021minha estante
Adorei a resenha e assim que ler talvez um dia, pego esse!


Sofis 29/03/2021minha estante
Eu aprendi TANTO com esse livro!!!


Izabela 30/03/2021minha estante
Ahhh que bom ler isso! ?




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Laris | @livros.da.laris 01/02/2021

Gostei mais desse que do primeiro, principalmente por ele trazer o ponto de vista da Maggie. Ela é de longe minha personagem preferida. Acho que esse livro complementa bem o primeiro, apesar de que as coisas já tinham ficado amarradinhas antes. Gosto muito das dinâmicas das amizades entre todos eles.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



insidemyread 29/08/2020

Pra sempre sua, pra sempre meu
Talvez agora, que lindo, eu amei tanto. O amor de Ridge e Sidney era tão profundo em ?Talvez um dia? e em ?maybe now? é tão lindo mas mesmo com toda a química e atração dos dois e os sentimentos tão profundos eu ainda fiquei chateada em como as coisas aconteceram pra Maggie, eu queria que ela tivesse um final feliz também e esse livro traz uma conclusão tão doce, o romance da Maggie e do Jake é tão lindo, e o livro não é dramático a ponto de terminar com a Maggie morrendo afinal de contas, eu tava com medo disso acontecer. Termina do melhor jeito possível, com certeza é meu novo romance favorito S2
Soraya.Utsumi 28/12/2020minha estante
Não acredito que li esse spoiler




Mari Formiga 22/07/2020

Eu tento não ser tendenciosa com os livros da Colleen Hoover, mas não tem jeito. Sou completamente apaixonada na escrita dessa mulher.
E com Maybe now não poderia ser diferente!
O livro é lindo e as canções perfeitas. Já fazem parte do meu dia a dia.
comentários(0)comente



Marcelly.Cordeiro 22/07/2020

Maybe now
Finalmente terminei esses belezinha!
A demora se deu por imprevistos e não por ser uma leitura ruim ou monótona, afinal, Colleen Hoover jamais conseguiria escrever algo monótono ou ruim.
Maybe now é um epílogo de 33 capítulos, um final para um livro que apesar de ter sido bem fechado (Talvez um dia) foi maravilhoso saber o que aconteceu depois do fim.
Matei a saudade desses personagens tão bem elaborados e como sempre a junção entre leitura e música nos deixa em outra dimensão.
Maggie merecia um final feliz, amei Jake.
Ridge e Sydey são tão doces que dá diabete literária em qualquer um e Warren e Bridgette são perfeitos dentro de suas imperfeições.
Como sempre, CoHo ganha meu coração com mais esse livro.
comentários(0)comente



duda 01/04/2020

achei muito bom o fato dos personagens de redescobrindo e se perdoando. amei
comentários(0)comente



26 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR