Gideon Falls - Volume 3

Gideon Falls - Volume 3




Resenhas - Gideon Falls - Via-Sacra


10 encontrados | exibindo 1 a 10


Claudinei 22/11/2021

Meio caminho andando até aqui
Meio caminho andando com essa edição, chegamos a metade dessa série de suspense e terror psicológico e agora as peças começam a se encaixar no quebra cabeça, clareando melhor toda trama.
As suspeitas sobre o que é o Celeiro Negro vêm se confirmando e a forma como esse surgia e desaparecia do nada nos deram certeza do controle do espaço tempo exercido na realidade pela maligna construção, e dessa vez realizamos uma viagem pelas dimensões em tempos específicos do passado e presente, onde o personagem central dessa edição passa por diferentes versões da cidade de Gideon Falls, sendo atraído por eventos relacionados ao Celeiro e ao caos gerado por seu residente.
Numa sacada genial Jeff Lemire apresentou um personagem que já estava na história o tempo todo, mas nos períodos anteriores passando despercebido com pouca ou nenhuma importância, mas que agora mostra-se ser uma peça chave para desvendar o mistério e enfrentar a criatura do Celeiro Negro.
Os demais personagens como Norton Sinclair (Daniel Sutton) Sua irmã Clara, o Padre Wilfred e a Dra. Xú , continuam também na busca de pistas para solucionar o mistério e cada vez mais vão adentrando e ficando na escuridão que cerca o Celeiro.
Gostei da referência ao 1984 de George Orwell que o autor fez aqui, a narrativa continua tensa com esse clima sombrio da arte, forçando a leitura pra um ritmo mais devagar, para ficar atento aos detalhes que podem revelar muita coisa, até aqui ta valendo muito a pena acompanhar.
@Leitor1986
comentários(0)comente



Paulo 31/10/2021

Gideon Falls é a aposta de Jeff Jeff Lemire num trabalho autoral de terror, mistério e suspense.

Depois de um primeiro volume que serviu para nos apresentar aos protagonistas e ao mistério do Celeiro Negro e a um segundo volume muito movimentado, que girou em torno do Celeiro Negro e do passado de Gideon Falls, unindo as histórias do padre Fred e de Norton Sinclair, chega-nos um terceiro bastante diferente que se apresenta completamente disruptivo. É um volume de episódios fragmentados que ganharão, lentamente, sentido.

Se no final do Vol. 2, Padre Fred e o jovem Norton Sinclair aka Danny trocaram de lugar no multiverso de Gideon Falls, não é desse ponto que começamos e leitura aqui no Vol. 3. Na verdade, somos transportados para o ano de 1886 e acompanhamos o Padre Burke perseguindo o primeiro assassino de Gideon Falls, que atende pelo nome de Norton Sinclair. Um assassino que pode viajar pelo tempo e pelo espaço. Alguém que, se lhe perguntarem de quem se trata, responde invariavelmente desta forma: “Sou a sombra ao centro”. Ao perseguir o rastro de sangue e morte deixado por “aquele que sorri”, o Padre Burke acaba embarcando em uma viagem psicodélica pelo multiverso, indo parar de uma Gideon Falls no meio do Velho Oeste, até uma versão steampunk da cidade. E dessa forma, a história é apresentada em fragmentos e a narrativa da HQ colabora para causar a sensação de desorientação percebida pelo protagonista. E nesse sentido, em muito ajuda a arte de Sorrentino: o artista expande e contrai requadros, cria paineis de página dupla e usa elementos do cenário como forma de contar histórias, Espirais de ADN, imagens que se estilhaçam em minúsculas partículas, círculos convergentes para uma única resposta. Tudo isso nos deixa com a impressão de ver muito, ainda que entendamos menos do que esperamos. De fato, às vezes é difícil de dizer o que estamos vendo nas páginas duplas intrincadas e com um quê de surrealismo, mas isso casa perfeitamente com a proposta cósmica da narrativa que vemos se descortinando diante de nós. Mas que fique claro: apesar de toda essa fragmentação e surrealismo, a narrativa de Lemire é muito clara. Você entende o essencial, e consegue acompanhar e o que o roteiro quer te passar, ainda que tenha muito mais para ver do que num primeiro momento você será capaz de entender.

Assim como nos volumes anteriores, o clima de mistério e terror psicológico é muito bem construído, assim como a ambientação. Mas o suspense de Gideon Falls nem é tão aterrorizante assim, mais nos remetendo a algum episódio do clássico Além da Imaginação, ao invés de recorrer ao sangue e ao terror. Lemire prefere uma viagem interior, transformando a história em uma grande experiência psicológica.

E lembram que ao comentar a edição de lançamento, citei algumas resenhas em que as pessoas reclamavam do excesso de clichês das histórias de terror? Então, esta diminui ainda mais a força dessas críticas. Lemire transformou o que a princípio seria um conto de horror sobrenatural em uma história que flerta cada vez mais com a ficção cientifica e o horror cósmico. Lemire continua expandindo a mitologia de Gideon Falls e do Celeiro Negro, e enquanto revelam-se alguns mistérios, nos deixa com o dobro de perguntas e nos introduz mistérios ainda mais complexos.

Pentoculus. Um multiverso centrado em Gideon Falls. A verdadeira natureza do Celeiro Negro e de Norton Sinclair. Há tanta coisa acontecendo que às vezes é difícil entender tudo o que está acontecendo. Porém, o autor se antecipa a nossa ansiedade, e fala conosco através de um de seus personagens, nos dizendo que em algum momento tudo fará sentido: “Sei que não está entendendo muita coisa. Eu também já fui assim. Mas vai entender.”

Enfim, Gideon Falls continua como uma das séries mais interessantes do quadrinho mainstream norte-americano. O terceiro volume da série consegue inovar ainda mais através de uma narrativa disruptiva, e a introdução de novos personagens e acontecimentos ata algumas pontas soltas deixadas pelos primeiros livros. Porém, ainda são mais perguntas do que respostas, o que continua nos mantendo preso a história. No fim, Jeff Lemire consegue manter a atmosfera sombria com mistério, e com a adição de elementos de ficção científica e horror cósmico torna-se impossível prever para onde a história vai.


comentários(0)comente



Gabriel 10/10/2021

Ainda instigante
O pesadelo cresce, junto com as experimentações de Sorrentino. Tudo numa ansiedade que motiva a busca por respostas.
comentários(0)comente



Dave.Christian 10/08/2021

Que quebra cabeças?
Quando vc acha que começa a entender descamba tudo? vontade de chegar ao fim mas com do que termine!!
comentários(0)comente



Bruno 17/05/2021

A qualidade só aumenta!
Nesse volume 3 foi abordado novos tempos e realidades que nos deram uma visão do que realmente está acontecendo na cidade de Gideon Falls. O clima de tensão e pesadelo aumenta a cada página e a cada aparição do celeiro negro e do Homem que Ri. Ansioso para ler o próximo volume!
comentários(0)comente



Myke 07/04/2021

Gideon Falls
Agora deu uma acelerada na trama, as coisas não param de acontecer e se conectarem, está história tem que ter um final épico!!!
comentários(0)comente



Rayyligomes 14/03/2021

Desenrolorou um pouco mais
Com direito a mais viagens no tempo e retornos inesperados, a trama evoluiu um pouco mais, porém esperava mais. As páginas duplas são minha maior decepção. Se fosse capa cartão, essa publicação seria bemmmm mais interessante. Por esse preço, eu desaconselhado. Como ja comprei e não sou de desistir, vou dar prosseguimento. Rumo ao volume 4!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jessé 07/05/2020

Bom!
Volume muito bom, mas o mais fraco dos três volumes lançados até agora. Espero que a história não descambe, pra onde acho que ela está indo.
comentários(0)comente



Alanna Aguiar 13/02/2020

Gideon Falls
É uma narrativa onde a história não apresenta oscilação em seu ritmo, você começa a ler querendo saber o que vai acontecer, é uma das melhores melhores hq de terror que já li, os autores conseguem prender o leitor muito bem.
comentários(0)comente



10 encontrados | exibindo 1 a 10


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR