Quando As Bruxas Viajam

Quando As Bruxas Viajam Terry Pratchett


Compartilhe


Quando As Bruxas Viajam


Discworld - Vol. 12




Terry Pratchett é uma espécie de Douglas Adams (Guia do Mochileiro das Galáxias) da literatura de fantasia. Enquanto Adams se apropria dos elementos do universo da ficção científica para satirizar a sociedade e seus costumes, Pratchett inventou um mundo fantástico onde magia e ciência se misturam, recheado de referências pop, tudo funcionando como um meio para ironizar o mundo contemporâneo.

Quando as Bruxas Viajam é um exemplo claro da habilidade de ironia e paródia aliada a mais fluente prosa de Pratchett. Partindo do pressuposto de que o tecido da realidade no Discworld é tão fino que pode ser moldado por emoções e crenças, Pratchett imagina que as fábulas infantis como Chapeuzinho Vermelho e A Bela Adormecida começam a influir no mundo real, transformando-se em tramas verdadeiras.

Enquanto isso, no reino de Genua (a versão de Pratchett para a cidade de New Orleans, com seu tradicional Carnaval e suas lendas sobre vudu) a bruxa Lilith de Tempscire, fada-madrinha má da jovem Ella, prepara um golpe para a sua afilhada, que, transformada em Gata Borralheira, deverá casar-se com Duc, o governante de Genua, durante o Samedi Nuit Mort - o sábado antes do Mardi Gras.

Porém Ella conta com uma outra fada-madrinha, a bondosa Desideratta Hollow - que vive do outro lado do Disco, e em já avançada idade, está morrendo. Quem herda a varinha mágica de Desiderata é Margrete, companheira de coven (grupo de feiticeiras) da Vovó Cera do Tempo e da Tia Ogg. Sabendo do perigo que corre a nova afilhada de Margrete, as três embrenham-se numa viagem nada turística para salvar Ella.

Depois de atravessar uma mina de anões semelhante àquela presente no Senhor dos Anéis de Tolkien, logo se vêem em um grande barco a vapor descendo o Vieux River (outra paródia, dessa vez do rio Mississipi, conhecido como ´Old Man River´) até chegarem no exótico reino de Genua. Lá encontram Ella a tempo de tentar impedi-la de chegar ao baile - estragam seu vestido e transformam sua carruagem em abóbora. Porém ninguém sabe quais são os contos de fadas que estão envolvidos na trama criada por Lilith, nem a ligação que a Senhora Gogol, versada praticante do vudu, e seu companheiro zumbi, o Barão Sábado, têm com a jovem Ella. A única certeza é de que as três atrapalhadas bruxas e a ironia ácida de Pratchett rendem a melhor diversão deste lado do multiverso.

Edições (1)

ver mais
Quando As Bruxas Viajam

Similares

(18) ver mais
Direitos Iguais Rituais Iguais
A Cor da Magia
Guardas! Guardas!
O Reino Maldito

Resenhas para Quando As Bruxas Viajam (17)

ver mais
Tríplice proveito
on 15/3/10


Todo leitor dotado de cultura, humor e algum conhecimento de contos de fadas e fantasia corre sério risco de se viciar em Terry Pratchett. Cumpridos os pré-requisitos, pouco importa se o leitor odeia O Senhor dos Anéis, Conan, Wicca e vampiros ou adora tudo isso: os frouxos de riso estão garantidos. Não é paródia escrachada ao estilo de "O Fedor dos Anéis" de Henry Beard e Douglas Kenney, nem o humor frio e nonsense de "O Guia do Mochileiro das Galáxias" de Douglas Adams e seqüências.... leia mais

Estatísticas

Desejam156
Trocam3
Avaliações 4.3 / 314
5
ranking 56
56%
4
ranking 26
26%
3
ranking 15
15%
2
ranking 3
3%
1
ranking 1
1%

52%

48%

Marcos Carvalho
cadastrou em:
12/01/2009 09:33:25