Que emoção! Que emoção?

Que emoção! Que emoção? Georges Didi-Huberman


Compartilhe


Que emoção! Que emoção? (Coleção Fábula)





ma criança chora - e uma câmera captura o momento. Publicada como ilustração científica num tratado de Charles Darwin, a fotografia serve agora de ponto de partida para esta breve conferência em que Georges Didi-Huberman indaga a natureza das emoções humanas. Não propriamente para explicá-las, antes para lhes dar voz, para dar ouvidos às perguntas que elas têm a nos propor. A intensidade da experiência (que emoção!) alimenta aqui um esforço de reflexão (que emoção?), num movimento que alinhava conceitos centrais da filosofia ocidental e grandes monumentos da história da arte, da estátua de Laocoonte aos filmes de Pasolini e Eisenstein.
Georges Didi-Huberman, nascido em Saint-Étienne, em 1953, é um dos grandes intelectuais franceses de sua geração. Professor na École des Hautes Études en Sciences Sociales, em Paris, é autor de uma obra vasta, nutrida pelas ideias de autores como Freud, Benjamin, Pasolini ou Warburg. Seus temas de eleição cobrem uma gama que vai da filosofia da imagem à história da arte, passando pelo cinema e pela literatura. De sua autoria, a Editora 34 já publicou O que vemos, o que nos olha (1998) e Diante da imagem (2013).
Entre 1929 e 1932, por encomenda de uma rádio alemã, Walter Benjamin escreveu programas destinados ao público jovem: eram narrativas, conversas, conferências, mais tarde reunidas sob o título de Luzes para as crianças.
A diretora de teatro Gilberte Tsaï decidiu retomar o título para designar as "pequenas conferências" que organiza todos os anos, dirigidas tanto aos jovens (a partir de dez anos) como àqueles que os acompanham. O intuito é sempre o mesmo: iluminar e despertar. Ulisses, a noite estrelada, os deuses, as palavras, as imagens, a guerra, Galileu. Os temas não têm limites. Há, porém, uma única regra a ser respeitada: os palestrantes devem realmente falar aos jovens e fazê-lo para além dos caminhos já traçados, num gesto de amizade que atravesse gerações.
Como a experiência deu certo, veio naturalmente a ideia de publicar essas aventuras orais em pequenos livros. Nasceu assim a coleção Les Petites Conférences, publicada na França pela editora Bayard. A breve conferência de Georges Didi-Huberman sobre as emoções foi proferida em Montreuil, perto de Paris, em 13 de abril de 2013, e chega agora ao leitor brasileiro no âmbito da coleção Fábula.

Artes / Filosofia / História

Edições (1)

ver mais
Que emoção! Que emoção?

Similares


Estatísticas

Desejam7
Trocam2
Avaliações 4.2 / 46
5
ranking 41
41%
4
ranking 46
46%
3
ranking 9
9%
2
ranking 4
4%
1
ranking 0
0%

36%

64%

Igor
cadastrou em:
08/06/2016 17:16:35