Quebrando o encanto

Quebrando o encanto Daniel Dennett


Compartilhe


Quebrando o encanto


A religião como fenômeno natural




A polêmica em torno das religiões não chega a ser uma novidade, mas o novo livro de Daniel Dennett é capaz de mudar, para melhor, o nível e o conteúdo desse debate. Filósofo e estudioso consagrado de evolução humana, o norte-americano é um ateu convicto e busca, com sua nova obra, "Quebrando o Encanto", discutir a crença humana nas religiões a partir de uma questão fundamental: por que o homem crê na existência de seres superiores e lhes confere o estatuto de divindade? Quem espera, como parecem sugerir o título do livro e o currículo do autor, uma resposta biologizante, ou seja, a defesa da idéia de que a religiosidade é inata ao ser humano e, portanto, poderia ser explicada geneticamente, vai se surpreender com livro. Na verdade, Dennett defende a tese de que a humanidade não tem nenhuma programação biológica que a conduza à crença, mas, no entanto, esse comportamento pode ser explicado a partir do processo de evolução e seleção natural. Em vez de genes, Dennett utiliza o conceito de meme, cunhado por Richard Dawkins (autor do polêmico O gene egoísta): o meme é como um programa de computador adaptado ao aparelho biológico humano e que depende dele para continuar existindo. Ou seja, a religião é apreendida culturalmente, mas está de tal forma arraigada no “sistema operacional” (genético) humano, tal qual um parasita, que é naturalizada pelos próprios humanos como se fosse algo que lhes pertence intrinsecamente.

O problema, para Dannett, é que a religião, diferente de outras memes, como a cultura democrática ou a própria ciência, não teria mais nenhum papel na evolução humana. Diferente de outros tempos, quando foi fundamental para que os seres humanos, únicos animais que se perguntam sobre a própria existência, conseguissem atingir coesão social e, principalmente, pudessem dar sentido tanto a sua própria vida como seu maior medo — a morte –, a religião agora perdeu sua função positiva e, pelo contrário, significa uma barreira para a evolução.

Edições (1)

ver mais
Quebrando o encanto

Similares

(8) ver mais
Deus, Um Delírio
A perigosa idéia de Darwin
Ímpio
Provocações Reflexivas & Reflexões Provocativas

Resenhas para Quebrando o encanto (6)

ver mais
Quebra mesmo
on 10/10/09


Quantas vezes você já reservou um momento para pensar racionalmente nas suas crenças? Quantas foram as indagações sobre aquele asptecto da crença que lhe causava certo desconforto? E sobre aquele outro? E mais aquele? Quantas vezes se viu em conflito entre o ser-humano racional que há em você e aquele que necessita acreditar à todo custo? Quantas perguntas! E elas não acabam aqui. Ao ler Dennett, encontramos um sem número de provocações saudáveis à fé, à crença. Uma avenida de questões... leia mais

Estatísticas

Desejam138
Trocam2
Avaliações 4.2 / 103
5
ranking 44
44%
4
ranking 36
36%
3
ranking 17
17%
2
ranking 3
3%
1
ranking 0
0%

69%

31%

Guilherme
cadastrou em:
11/01/2009 13:18:41