Mafagafo - Edição 1, Parte 1

Mafagafo - Edição 1, Parte 1



Resenhas - Mafagafo - Edição 1, Parte 1


4 encontrados | exibindo 1 a 4


Auryo 14/03/2018

Mafagafo \o/
Nos cinco contos da primeira edição temos um pouco de tudo: uma realidade paralela em um ambiente retrofuturista, um realismo fantástico (?) nas águas do Norte do Brasil, um futuro distópico meio 1984 e seu Ministério da Verdade (mas com uma história f*da para a gente acompanhar), uma fantasia com magia e dragões (e uma gnomo fêmea), e um conto que é quase uma bomba relógio de tensão.

Aviso às pessoas com problemas de ansiedade... Cuidado! Alguns contos vão te deixar em pedaços. Caso alguém tenha caído aqui e ainda não saiba a revista é tipo "Folhetim: O Retorno", a proposta é publicar os contos em quatro partes, deixando ao longo do caminho aquele gosto de "preciso de mais". Quando terminei a primeira primeira parte logo pensei: "Até sair a segunda não vou lembrar de mais nada", mas lembra! Não sei como fizeram, só sei que o time foi perfeito. Foi ótimo reviver as quatro histórias.

Pode ir sem medo, os mafagafos não vão te morder. '-'
comentários(0)comente



Angelina Dourado 01/03/2021

Minha primeira experiência com revista literária digital! Achei muito bem trabalhada e achei o conto Tons de Rosa especialmente intrigante.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Davenir - Diário de Anarres 17/08/2021

O início de uma das mais importantes revistas de ficção fantástica do Brasil
A Revista Mafagafo é uma das mais importantes revistas de FC e Fantasia do Brasil. Publica contos de forma gratuita com uma excelente produção, edição e artes lindíssimas. Começando com os mafagafos fofos e misteriosos e as artes internas que captam bem os contos. O diferencial é que os contos são publicados em partes. São cinco contos, divididos em quatro partes que foram publicados mensalmente. Uma experiência bem diferente, que deve ter sido especial para quem acompanhou e aguardou o lançamento de cada parte. Infelizmente (ou não) pude ler todas as partes em sequência, o que não é a mesma coisa, por isso não vou comentar as edições em separado, mas vou dividir pelos contos.

Tons de Rosa (Fernanda Castro) é uma narrativa que consegue dar vida a Lenda do Boto. Acompanhamos Maíra, uma assistente social que busca ajudar os ribeirinhos paraenses a evitar mortes por afogamento. As famílias se consolam com a crença de que as crianças que se afogam, na verdade, são filhos do boto. Maíra decide investigar, esse mistério que junto com a ambientação imersiva do clima e cenário da amazônia tornam o conto muito envolvente. A escrita de Fernanda Castro nos transporta ao cenário, diálogos francos e sinceros dos personagens os tornam muito críveis e a condução da trama colocam esse conto como o melhor da edição, na opinião deste que vos bloga.

site: http://wilburdcontos.blogspot.com/2021/08/resenha-196-revista-mafagafo-1-edicao.html
comentários(0)comente



4 encontrados | exibindo 1 a 4


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR