Revolução do Cinema Novo

Revolução do Cinema Novo Glauber Rocha


Compartilhe


Revolução do Cinema Novo





Escrito na seqüência dos artigos do primeiro volume desta série (Revisão crítica do cinema brasileiro) e após a finalização de A idade da Terra (1980), seu último longa-metragem, este livro tem duas partes distintas. Na primeira, Glauber ordena artigos publicados ao longo dos anos anteriores, transcreve debates e retoma entrevistas. Não falta o célebre artigo "Eztetyka da fome", primeira síntese sobre o cinema novo dirigida aos europeus, apresentado na Retrospectiva do Cinema Latino-Americano, em Gênova, em 1965.

A segunda parte é uma reunião de reflexões e notas biográficas escritas em 1980, uma "memória afetiva" que se refere diretamente a personagens da vida cultural da época. Conforme o crítico Inácio Araújo: "Revolução do cinema novo não é, afinal, o livro de um santo, mas de um homem. Tem a marca de um dos maiores artistas brasileiros do século XX e também a sua impureza. Quase uma autobiografia de Glauber Rocha, é um livro-chave".

Com prefácio do autor inédito em livro e artigo de Cacá Diegues escrito à época do cinema novo, a edição é totalmente ilustrada. Os textos passaram por rigorosa revisão e incluiu-se um índice onomástico.

Artes / Cinema

Edições (1)

ver mais
Revolução do Cinema Novo

Similares

(21) ver mais
Manoel de Oliveira
Cinema na América Latina
Deus e o diabo na terra do sol
Alegorias do subdesenvolvimento

Estatísticas

Desejam31
Trocam1
Avaliações 4.0 / 16
5
ranking 31
31%
4
ranking 44
44%
3
ranking 25
25%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

60%

40%

fbonillo
cadastrou em:
11/07/2009 02:01:51
Bruno.Brauer
editou em:
01/05/2017 13:41:06