Rio Negro, 50

Rio Negro, 50 Nei Lopes


Compartilhe


Rio Negro, 50





Um romance passado no Rio nos anos 50, em plena afirmação do negro na sociedade.

As histórias – pois são muitas as vidas que se cruzam neste romance – começam no dia 17 de julho de 1950, quando a derrota do escrete brasileiro na Copa do Mundo motiva um assassinato absurdo, de fortes conotações racistas. O crime é discutido na roda do Café e Bar Rio Negro, epicentro da vida intelectual dos “homens de cor” na Capital da República, e onde somos apresentados a fascinantes personagens. A partir desse microcosmo da então capital da República, em que personagens da história brasileira, como Dolores Duran e Abdias Nascimento, se cruzam nas deliciosas criações ficcionais de Nei Lopes, percorremos uma década decisiva da cidade do Rio de Janeiro e da afirmação da cultura afro-brasileira.

Edições (1)

ver mais
Rio Negro, 50

Similares

(5) ver mais
Um defeito de cor
Um defeito de cor
Partido-Alto: Samba de Bamba
Dicionário escolar afro-brasileiro

Resenhas para Rio Negro, 50 (3)

ver mais
Rio Negro, 50

Eu gosto bastante de novelas, filmes, séries e livros que retratem a história do Brasil, especialmente do último século do país. Por isso, quando vi que Rio Negro, 50 se passava no Rio de Janeiro, nos anos 50 e que misturava personagens fictícios com reais, fiquei curiosa e decidi solicitar o livro. Quando comecei a leitura, vi que ele era extremamente diferente do que eu imaginava. Rio Negro, 50 não é uma história convencional; começa no início dos anos 50 e termina no final da d... leia mais

Estatísticas

Desejam13
Trocam1
Avaliações 3.1 / 19
5
ranking 5
5%
4
ranking 25
25%
3
ranking 55
55%
2
ranking 15
15%
1
ranking 0
0%

38%

62%

Marcos
cadastrou em:
27/02/2015 16:35:44