Ruído Lunar e Outros Contos Insólitos

Ruído Lunar e Outros Contos Insólitos Larissa Prado


Compartilhe


Ruído Lunar e Outros Contos Insólitos





“Insólito” significa em português, o que: a) não é habitual; infrequente, raro, incomum, anormal; b) se opõe aos usos e costumes; é contrário às regras, à tradição. Seu antônimo, “sólito”, o que: a) se acostumou, adquiriu o hábito; habituado; acostumado; b) costuma acontecer com frequência, que não é raro; costumeiro, habitual, usual.
(Houaiss, 2009)

A minha escrita sempre esteve mergulhada no absurdo. O horror reúne em torno de si elementos insólitos que modificam a lógica de funcionamento do mundo real, causando ora espanto e asco ora inquietação e perplexidade. Edgar Allan Poe, um dos percussores do conto moderno, em “Filosofia da Composição”, aponta que uma das preocupações iniciais dos contistas deveria recair sobre o efeito. Quais efeitos as histórias que contamos pretendem causar?
O que trago aqui é o inconcebível manifestado através do estranhamento. Independente das definições características do gênero fantástico onde o sobrenatural pode ou não ser explicado, o elemento insólito presente nas histórias seguintes instiga a imaginação e afronta a lógica construindo uma realidade cotidiana estranha aos nossos sentidos.
A seleção de contos insólitos que tem em mãos é uma simplória tentativa de homenagear os grandes autores fantásticos que moldaram boa parte do meu fazer literário e me incentivaram a superar os limites da criação literária, arriscando-me e “absurdando-me” ao escrever. Autores que durante muito tempo representaram um desafio para o trabalho de críticos e teóricos literários ao tentarem defini-los e classifica-los dentro de algum gênero, pois suas obras ultrapassam as definições e padronizações necessárias para a classificação teórica.
Através das histórias que irá conferir, poderá encontrar um pouco – ou bastante – de Kafka, Júlio Cortázar, Horacio Quiroga, Murilo Rubião, Lygia Fagundes Telles, Guy Maupassant, Edgar Allan Poe, José J. Veiga, Jorge Luis Borges entre outros nomes da literatura insólita.

Larissa Prado

Índice

Tarântulas
Fade in
Envia-me Flores
Metamorfoseado
A Presença
Marcada
A Gruta
O Relógio
Parassonia
A Ponta do Alfinete
Na Calada da Noite
O Imprevisto
Bandeira 2
Sem Remetente
Espelho d’Água
A Face do Ceifador
Ruído Lunar
Quinquilharias
Doçura Maligna
Rostos no Céu

Contos / Literatura Brasileira / Suspense e Mistério / Terror

Edições (1)

ver mais
Ruído Lunar e Outros Contos Insólitos

Similares

(1) ver mais
As Melhores Histórias Insólitas  (Antologia)

Resenhas para Ruído Lunar e Outros Contos Insólitos (2)

ver mais
Todos nossos temores são insólitos?
4 weeks, 1 day ago


20 contos sensacionais onde a autora mostra como a solidão cria monstros e podem levar à loucura, assim como, coisas insólitas podem muitas vezes ser um aviso e um alerta para o nosso comportamento na vida.... Esplêndido!... leia mais

Estatísticas

Desejam1
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.3 / 5
5
ranking 40
40%
4
ranking 60
60%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

73%

27%

Rusbis
cadastrou em:
19/06/2019 17:53:17