Salão de Beleza

Salão de Beleza Mario Bellatin


Compartilhe


Salão de Beleza





Escolhido por imenso júri de escritores e críticos latino-americanos como um dos vinte melhores relatos escritos em língua espanhola a partir de 1980, Salão de Beleza surpreende os leitores por sua brutal intensidade dramática. Em uma grande metrópole, um cabeleireiro, que se traveste à noite para fazer programas, monta seu sofisticado salão e cuida de aquários com inúmeras espécies de peixes. Pouco a pouco, no entanto, movido por uma piedade aparentemente gélida, ele começa a abrigar pessoas atacadas por uma peste implacável. Em nenhum momento aparece a designação da doença, mas é visível que se trata da AIDS. O desvelo e a atenção do protagonista-narrador pelos que vão morrer contrasta com a prosa fria, despojada de qualquer sentimentalismo, com que vai tecendo sua história. O resultado estético desta dualidade entre o estilo contido e a compaixão pelas dores humanas é extraordinário. Além disso, o refinado jogo temporal do texto e a metáfora lancinante dos peixes que vão desaparecendo nas águas turvas dos aquários contribuem para que esta novela se torne uma pequena obra-prima da ficção contemporânea.

Edições (1)

ver mais
Salão de Beleza

Similares


Resenhas para Salão de Beleza (3)

ver mais
on 22/6/10


Sobre moribundos e peixes em aquários de águas turvas.... leia mais

Estatísticas

Desejam10
Trocam1
Avaliações 3.4 / 22
5
ranking 18
18%
4
ranking 41
41%
3
ranking 18
18%
2
ranking 14
14%
1
ranking 9
9%

32%

68%

Luciano R. M.
cadastrou em:
10/04/2009 09:18:19