Sanatório

Sanatório Bruno Schulz


Compartilhe


Sanatório





Em Sanatório, Schulz faz um registro fantástico de alguns episódios de sua infância que viriam a influenciar sua imaginação e levá-lo a recriar o mundo de modo mitológico. O livro é bem menos fiel à realidade do que seu antecessor, Lojas de Canela (cuja primeira publicação data de 1934, enquanto que Sanatório é de 1937).
Isso, no entanto, é propositado: enquanto o primeiro livro de Schulz eram remanescências de um verão de sua infância, o segundo parece ser uma série de reflexões poéticas a respeito do processo criativo e das atividades de escrever e lembrar.

Edições (2)

ver mais
Sanatório
Sanatório

Similares

(2) ver mais
Ficção Completa
Lojas de Canela

Estatísticas

Desejam5
Trocam1
Avaliações 4.3 / 12
5
ranking 42
42%
4
ranking 42
42%
3
ranking 17
17%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

47%

53%

Flávio
cadastrou em:
14/08/2009 17:25:08