Sangrem os porcos, depenem os frangos

Sangrem os porcos, depenem os frangos Ivandro Menezes


Compartilhe


Sangrem os porcos, depenem os frangos





Os contos de “Sangrem os porcos, depenem os frangos” carregam consigo não só a crueza de um país em ruínas, mas também personagens que tentam sobreviver em um meio miserável e brutal. Aqui, Deus escutou seus filhos insaciáveis por justiça e lhes entregou de bandeja vingança e ira. Não há esperança neste universo, nem nas tramas secas e afiadas como facão, nem na linguagem imperdoável e que em alguns momentos reproduz com exatidão uma oralidade vindoura de um Brasil profundo, esquecido, invocado das vielas. Ivandro Menezes ilumina essas trevas de becos, expondo aquilo que nos negamos a ver no dia a dia e apresentando corpos que nunca serão homenageados: crianças mortas, mães sádicas, homens que precisam se prostituir para ganhar alguns trocados, travestis violadas, casais vivendo no inferno do cotidiano, rebeliões de presidiários, e um grande leque de seres aprisionados no labirinto da vida, desencantados, mortos por dentro.

Sem dúvidas, um livro potente feito tutano e que vai arrancar você da zona de conforto para lhe fazer sangrar porcos e depenar frangos com as mãos, afinal, depois dessa leitura, você também será cúmplice dessa loucura tão real, assustadoramente real, exaltadas pelo sangue e criatividade que escorre da prosa do autor.

Bruno Ribeiro

Contos / Literatura Brasileira

Edições (1)

ver mais
Sangrem os porcos, depenem os frangos

Similares


Resenhas para Sangrem os porcos, depenem os frangos (2)

ver mais
O evangelho da revolta
on 12/6/19


No conto que abre este "Sangrem os Porcos, Depenem os Frangos", Ivandro Menezes joga com a narrativa bíblica e sua estrutura de capítulos e versículos, apresentando um Deus sendo ardilosamente manipulado por sua criatura: o homem. “Ante a dureza de vossos corações”, pondera o Criador, “ordeno aos meus anjos que sejam os transgressores lançados aos dentes do Leviatã. Os homens, enfim, celebraram a deus por finalmente ter-lhes feito justiça”. Mastigados pelo Leviatã vão sendo, ao long... leia mais

Vídeos Sangrem os porcos, depenem os frangos (1)

ver mais
Resenha #120 Sangrem os porcos, depenem os frangos, de Ivandro Menezes | Editora Moinhos

Resenha #120 Sangrem os porcos, depenem os fr


Estatísticas

Desejam6
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.4 / 8
5
ranking 50
50%
4
ranking 50
50%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

42%

58%

Ivandro Menezes
cadastrou em:
07/01/2019 21:31:23