Servidões

Servidões Herberto Helder


Compartilhe


Servidões





Publicado em 2013 com grande sucesso — a edição esgotou em poucos dias — este livro foi unanimemente considerado pela crítica como o livro do ano. Dele escreveu Luís Miguel Queirós, dizendo que desde logo aquilo que impressiona o leitor «[…] é a assustadora criatividade de que Herberto dá provas aos 80 anos, mas não é menos notável que estes seus últimos livros, com tudo o que trazem de novo, e por vezes até de exuberantemente novo, nem por isso deixem de manter com a sua obra anterior uma coerência sem falhas.». Rosa Maria Martelo disse que «Nestes tempos de descalabro social e político, haver um novo livro de Herberto Helder é um rompimento que apetece celebrar. E que impressiona por muitas razões — desde logo pela coragem de olhar a morte.». O semanário Expresso descreveu «Servidões» como um «livro de uma beleza convulsa, atravessado por explosões de energia visceral. É poesia "em estado de milagre", escrita pelo maior poeta português vivo.»

Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
Servidões

Similares

(1) ver mais
outono azul a sul

Resenhas para Servidões (1)

ver mais
on 8/9/19


Interessante como há poetas desconhecidos que sejam merecedores de serem lidos, e outros tantos tão famosos e lidos que deveriam não serem nem lembrados. Mal sabia quem era Herberto Helder, por acaso baixei este livro, o mundo europeu mais contemporâneo é um pouco desconhecido das Américas, somos colonizados pelos EUA, isto é fato, e desvinculamo-nos de Portugal e, dos outros países de língua portuguesa mais ainda. A editora Assírio e Alvim tem em seu catálogo sempre coisas genias... leia mais

Estatísticas

Desejam5
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 3.8 / 6
5
ranking 33
33%
4
ranking 33
33%
3
ranking 17
17%
2
ranking 17
17%
1
ranking 0
0%

36%

64%

Maiky
editou em:
26/11/2019 12:29:37