Sob o sol da Índia

Sob o sol da Índia Julia Gregson


Compartilhe


Sob o sol da Índia





Em 1928, três jovens inglesas partem no navio Kaiser-i-Hindi para Bombaim, na Índia. Cada uma carrega, no íntimo, a crença de que aquela jornada será o ponto de partida para algo novo, que determinará o restante de suas vidas. Unidas pelo destino, elas verão suas companheiras se tornarem definitivamente mulheres, cada qual a seu modo, mas de maneira irreversível.



Viva Holloway é uma jovem aspirante a escritora que decide voltar à Índia, onde foi criada, para reencontrar seu passado. Para atingir seu objetivo, se emprega como dama de companhia da inexperiente Rose, que está a caminho da então colônia para se casar com um oficial britânico que mal conhece. Junto com elas vão Guy Glover, um garoto agressivo e arredio, e Victoria, amiga de infância de Rose que será dama de honra em seu casamento. Tor, como Victoria se apresenta, busca na viagem a libertação das imposições morais da sociedade inglesa.



Julia Gregson escreveu um fascinante romance de formação, em que reaviva os costumes dessas duas culturas no início do século XX, descrevendo com brilho a sociedade britânica do entre guerras e toda a riqueza cultural da Índia na época de sua independência. Nesse mundo em transformação, conhecemos a construção da personalidade de três mulheres em meio a um período em que a identidade de um povo se afirmava. Como no célebre livro de Gertrude Stein, Três vidas, são três mulheres diferentes que têm em comum o desconforto com todos os ditames, as exigências e os limites decorrentes de terem nascido mulheres em sua época e classe social. Mas as personagens de Gregson vão além da sujeição à sua época. Viva, Rose e Tor encontram uma maneira própria de conquistar sua liberdade, sob o sol da Índia.



Site:

http://www.sobosoldaindia.com.br

Edições (1)

ver mais
Sob o sol da Índia

Similares

(2) ver mais
O Ministério da Felicidade Absoluta
Antes da Tempestade

Resenhas para Sob o sol da Índia (12)

ver mais
Obediência a um mandamento.
on 8/11/10


Fui com muita sede ao pote e acabei com mais sede ainda. Iniciei a leitura desse livro acreditando ser um livro À La Javier Mora e encontrei um livro À La Rosamunde Pilcher. O resultado foi que acabei fazer algo que ODEIOOOOOOO - abandonar um livro, porém, desta vez, com a consciência tranquila, já que segui a um dos mandamentos do leitor: "o direito de não terminar um livro" ( Como um Romance - Daniel Pennac). ... leia mais

Estatísticas

Desejam42
Trocam7
Avaliações 3.7 / 71
5
ranking 23
23%
4
ranking 31
31%
3
ranking 39
39%
2
ranking 6
6%
1
ranking 1
1%

9%

91%

Nana
cadastrou em:
01/05/2009 22:08:18