Sobre as Vitórias Que a História Não Conta

Sobre as Vitórias Que a História Não Conta André Luís Soares


Compartilhe


Sobre as Vitórias Que a História Não Conta (Prêmio Oliveira Silveira)





Esta obra é construída de um narrativa envolvente que combina ficção e momentos históricos relevantes para a compreensão do Brasil enquanto sociedade escravocrata. Tomando como ponto de partida o nefasto tráfico atlântico o texto se debruça sobre a trajetória de dois irmãos gêmeos desde a infância - Akin e Olakunde, capturados em seus territórios de origem em África e submetido à violência peculiar ao escravismo colonial. Um sistema abominável que paradoxalmente coexistia com a modernidade ocidental.
Após sobreviverem à travessia ambos são adquiridos como mercadoria. Nada de surpreendente até o instante, não fosse pelo fato do proprietário de seus corpos ser um negro de ganho convertido ao islamismo. Tal particularidade faz toda diferença no que concerne todas as experiências de vida desses jovens no 'novo mundo'. Ao serem inseridos no universo da cultura muçulmana eles acabam se identificando com as revoltas protagonizadas por escravizados cujas etnias eram herdeiras do legado árabe, presente na África séculos antes da colonização europeia. As insurreições urbanas se tornaram uma das evidências daquilo que afirmava Joel Rufino dos Santos "A história da escravidão é também a história das lutas contra a escravidão"

Literatura Brasileira / Romance

Edições (1)

ver mais
Sobre as Vitórias Que a História Não Conta

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 3.3 / 2
5
ranking 0
0%
4
ranking 50
50%
3
ranking 50
50%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

21%

79%

JLSantos
cadastrou em:
27/11/2016 14:55:04