Sobrevivente do Titanic

Sobrevivente do Titanic Violet Jessop...




Sobrevivente do Titanic


As memórias inéditas de Violet Jessop, tripulante sobrevivente dos naufrágios do Titanic e Britannic




Violet Jessop, provavelmente foi a única pessoa resgatada do desastre com uma escova de dentes, depois que o Britannic bateu em uma mina marítima e afundou. Quatro anos antes ela estava no Titanic e pensou como seria bom ter uma escova de dentes naquela oportunidade. Em 1934 escreveu suas memórias. Depois de haver passado a infância na Argentina e a adolescência na Inglaterra, tornou-se comissária de bordo em diferentes companhias marítimas. Ela estava lá quando o Titanic chocou-se de lado com um iceberg foi a pique. Quatro anos mais tarde, ela servia a bordo do Navio-Hospital Britannic como enfermeira de guerra. O seu trabalho na companhia transatlântica White Star Line colocou-a literalmente em dificuldades, tornando-a personagem de dois épicos desastres marítimos. Ela foi salva do desastre do Titanic porque um oficial mandou-a entrar no bote salva-vidas para que os imigrantes que não falavam inglês pudessem seguir o seu exemplo. Além dessas significativas passagens históricas, existe muito, muito mais. Poucas (se é que elas existem) são as comissárias de bordo de companhias transatlânticas que escreveram suas memórias. Portanto, a história da vida de Violet Jessop é duplamente valiosa - única no gênero - além de altamente articulada e informativa é contada por alguém que fala com muita propriedade.

De sua posição privilegiada - comissária - quer na copa, quer na minúscula cabina, no convés, ou no bote salva-vidas, somos levados aos bastidores da vida a bordo daquele grandioso transatlântico. Aos 21 anos de idade, em 1908, Violet Jessop passou a trabalhar no Orinoco. Exceto por um período de tempo, durante a Primeira Guerra Mundial, em que trabalhou em terra firme, exerceu a atividade de comissária de bordo, até aposentar-se quarenta e dois anos mais tarde. Viveu uma vida de viagens incomuns e cheias de aventura. Sua trama literária é tão ampla quanto os sete mares, e o bordo do navio, uma imensa paleta. Além de testemunha ocular do afundamento do Titanic e do Britannic, Violet Jessop tem dados e habilidade para tecer histórias fascinantes: comissárias amigas hilariantes, episódios grotescos nas cabinas, grito às armas na guerra, passageiros difíceis, companheiros de bordo cortejadores, portos exóticos, amor não correspondido e mortes trágicas. John Maxtone-Graham editou e comentou as memórias de Violet Jessop.

Edições (1)

ver mais
Sobrevivente do Titanic

Similares

(7) ver mais
Uma Noite Fatídica
Wreck and Sinking of the Titanic
The discovery of the Titanic
La nuit du Titanic

Resenhas para Sobrevivente do Titanic (1)

ver mais
As memórias de uma brava mulher
on 21/7/16


O leitor dever ser prudente e não esperar uma obra completa sobre a tragédia do Titanic. Trata-se de um manuscrito feito pela Violet Jessop – comissária de bordo – e sua carreira marítima com introdução, edição e comentário de John Maxtone-Graham. A autobiografia narra a história dessa valente mulher desde o nascimento, a infância difícil – terríveis problemas de saúde –, as duas situações de perigo nos naufrágios do Titanic e Britannic e ainda um amor não correspondido. Esta brava... leia mais

Estatísticas

Desejam10
Trocam2
Avaliações 3.7 / 22
5
ranking 32
32%
4
ranking 14
14%
3
ranking 50
50%
2
ranking 5
5%
1
ranking 0
0%

29%

71%

scila
cadastrou em:
02/05/2009 15:14:03
Albert
editou em:
17/03/2015 11:40:07