Sociedade sem Escolas

Sociedade sem Escolas Ivan Illich


Compartilhe


Sociedade sem Escolas





O austríaco Ivan Illich, que passou a trabalhar no México a partir de 1962, propôs a desescolarização da sociedade. Segundo ele, a maior parte dos conhecimentos úteis se aprendiam fora da escola, em contato com as realidades familiares, sociopolíticas e culturais. Abolido o "monopólio" dispendioso e irracional do ensino público, deveria ser instalado um sistema educativo capaz de assegurar simplesmente a quantos desejassem instruir-se, em qualquer assunto, o acesso aos conhecimentos adequados. De "funil" seletivo e autoritário, o sistema educacional passaria a ser uma igualitária "rede de intercâmbio" entre espíritos curiosos, libertos de toda autoridade docente. Só uma renovação total das instituições educativas, segundo Illich, propiciaria a esperada mudança social.

Edições (2)

ver mais
Sociedade sem escolas
Sociedade sem Escolas

Similares

(2) ver mais
A lógica da ação coletiva
Quem Controla a Escola Governa o Mundo

Resenhas para Sociedade sem Escolas (3)

ver mais
Escolarização como alienação para um mundo de consumo.
on 3/5/20


Nesse livro Ivan Illich nos alerta para o perigo da institucionalização de valores, da transformação dos valores em produtos e da contraproducência de tal fato. Nos mostra que o papel da escola nesse sistema é a distribuição de funções sociais através de títulos e diplomas e o de inculcar nos seus alunos que tudo, inclusive a educação, é resultado de um processo de produção institucionalizado, que a vida feliz é alcançada através do consumo dos produtos destas instituições que, por sua... leia mais

Vídeos Sociedade sem Escolas (1)

ver mais
Escolarizando o mundo

Escolarizando o mundo


Estatísticas

Desejam90
Trocam1
Avaliações 4.1 / 91
5
ranking 42
42%
4
ranking 37
37%
3
ranking 16
16%
2
ranking 3
3%
1
ranking 1
1%

45%

55%

davidxlima
cadastrou em:
19/04/2010 12:38:33

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR