Tarde

Tarde Paulo Henriques Britto


Compartilhe


Tarde





A exemplo de Macau, livro anterior de Paulo Henriques Britto, Tarde é composto de poemas em que a ironia e a metalinguagem convivem com o extremo rigor compositivo.

O processo de criação é um tema caro ao autor. Seus versos denotam uma reflexão meticulosa sobre o fazer poético, mas extraem força justamente da aceitação de que o conhecimento teórico não esgota as possibilidades de sentido.

Entre as vertentes arcaizantes, defensoras das formas poéticas canônicas, e os adeptos do verso livre, Britto consegue uma rara conciliação: apesar de rimados e metrificados com minúcia, seus poemas são coloquiais e bem-humorados como na melhor tradição modernista. "Perdão se sou existente - perdão! Quis dizer insistente , diz num dos poemas de "Sete peças acadêmicas". O tom elevado encontra sempre um contrapeso no chiste e na autoparódia.

Os entraves para uma comunicação efetiva com o leitor - não apenas decorrentes das limitações da linguagem, mas do próprio estatuto acanhado da poesia no país - e a inadaptação ao mundo, expressa em poemas como "Para um monumento ao antidepressivo", constituem núcleos temáticos igualmente centrais em Tarde.

Tradutor entre os mais prestigiados do país, Britto consolida com este livro lugar de igual destaque na literatura brasileira.

Edições (1)

ver mais
Tarde

Similares

(3) ver mais
Formas do Nada
Mínima Lírica
Poesias Completas

Resenhas para Tarde (1)

ver mais
Um rei para os contemporâneos
on 28/2/09


Tarde (Trovar Claro e Macau) do Paulo Henriques Britto "é a novidade que permanece novidade", assim como Ezra Pound definiu o que seria "grande literatura". Coisa que, até Paulo Henriques, eu achava que não existia entre os contemporâneos. Depois descobri outros notáveis, mas nada de estilo e assunto e jeito tão em si bem circunscritos quanto estas três obras.... leia mais

Estatísticas

Desejam8
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.4 / 28
5
ranking 54
54%
4
ranking 39
39%
3
ranking 7
7%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

51%

49%

myriam kazue
cadastrou em:
15/02/2009 03:03:35