Teoria do romance II

Teoria do romance II Mikhail Bakhtin


Compartilhe


Teoria do romance II


As formas do tempo e do cronotopo




Desenvolvida nos anos 1930, a Teoria do romance de Bakhtin só foi publicada, e de forma parcial, no ano de sua morte, em 1975, no volume Questões de literatura e de estética. Apenas em 2012 o texto integral veio à luz, na Rússia, no conjunto de suas Obras reunidas. É a partir dessa nova edição crítica que se publica agora no Brasil o segundo tomo da Teoria do romance, com tradução de Paulo Bezerra.

Este volume introduz um dos conceitos-chave do pensamento de Bakhtin, o cronotopo, ou seja, a configuração do tempo e do espaço na prosa literária. Neste "ensaio de poética histórica", o autor parte do romance grego, passa pelas obras de Apuleio e Petrônio, pelo gênero biográfico e autobiográfico (Platão, Plutarco, Santo Agostinho), pelo folclore, pelos romances de cavalaria (incluindo uma original análise da Comédia de Dante) e pelos personagens picarescos, para chegar na extraordinária obra de François Rabelais.

Ensaios

Edições (1)

ver mais
Teoria do romance II

Similares

(2) ver mais
Teoria do romance III
Teoria do romance I

Estatísticas

Desejam4
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.2 / 3
5
ranking 33
33%
4
ranking 67
67%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

62%

38%

raquellruiz
cadastrou em:
24/08/2018 21:12:08
Jenifer
editou em:
26/07/2019 17:09:21