Tiro indireto

Tiro indireto Sandra Brown


Compartilhe


Tiro indireto





Um caso aparentemente simples – a morte de um homem que invade a casa de um juiz, na cidade norte-americana de Savannah – esconde um universo sórdido no qual uma rede de corrupção garante a impunidade para criminosos execráveis. Paixões, ganância e perversidade, somados a total falta de escrúpulos, movimentam os personagens de Tiro indireto, thriller em que a best-seller norte-americana Sandra Brown utiliza elementos clássicos do policial noir para montar um enredo a partir de situações corriqueiras, que poderiam ter saído dos noticiários de jornais da atualidade.



À frente das investigações está o sargento-detetive Duncan Hatcher, um policial durão com uma conhecida e assumida fraqueza por mulheres bonitas. Apesar das intervenções de sua parceira DeeDee, sempre pronta a chamar o colega à razão, contendo seus arroubos de violência e criticando suas frequentes conquistas amorosas, Hatcher não resiste aos encantos de Elise Laird, que confessa haver atirado no assaltante no momento em que ele tentava arrombar sua casa.



A belíssima Elise é casada com o juiz Cato Laird, odiado por Hatcher desde que absolveu um poderoso chefe do submundo do crime, Robert Savich. Determinado a descobrir a conexão do assaltante morto com os Laird, Hatcher não hesita em arriscar sua integridade e sua própria carreira enquanto busca obstinadamente a verdade.



A manipuladora, dissimulada e ré confessa Elise Laird é a típica mulher fatal dos romances policiais clássicos, que Sandra Brown buscou propositadamente homenagear nesta obra, sem esquecer de dotar a personagem de uma faceta melancólica, aumentando o mistério sobre seu passado. O comportamento dúbio da mulher leva o policial a desconfiar da história. Apesar de considerar Elise uma mentirosa, Hatcher deixa de lado a ética profissional, sem jamais esquecer sua responsabilidade, mesmo ao se envolver com Elise, que, aos poucos, apresenta diferentes versões sobre seu relato original antes de desaparecer misteriosamente.



Com diversas reviravoltas, a trama magistralmente tecida por Sandra Brown faz o leitor acompanhar a investigação pelo ponto de vista dos policiais. A composição realista dos personagens e a tensão dos acontecimentos são pontuadas por cenas de forte erotismo, uma especialidade da escritora, que também assinou diversas novelas românticas. Em Tiro indireto, Sandra Brown demonstra a agilidade dos mestres da ficção policial que imprimiram sofisticação a um dos mais apaixonantes gêneros da literatura mundial.


Edições (1)

ver mais
Tiro indireto

Similares

(4) ver mais
Corte Súbito
Coração de Gelo
Ninguém Pode Saber
Letal

Resenhas para Tiro indireto (9)

ver mais
Perfeito!
on 18/5/14


Sou suspeita pra falar, pois sou fã da autora. Sou apaixonada pelos livros dela e esse na minha opinião é o melhor livro da Sandra Brown. Esse livro me fez sentir uma serie de sentimentos. Amor, ódio, emoção, raiva. E quando um livro é capaz de fazer isso com o leitor é porque o livro é bom demais. Dizem que o amor e ódio caminham lado a lado, hoje eu tenho certeza que sim, nunca amei e odiei tanto um personagem como o sargento- detetive Duncan Hatcher. Eu amei ele por aquele... leia mais

Estatísticas

Desejam48
Trocam2
Avaliações 4.3 / 76
5
ranking 45
45%
4
ranking 39
39%
3
ranking 16
16%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

3%

97%

Aline
cadastrou em:
20/07/2009 13:25:53