Trocando Olhares

Trocando Olhares Florbela Espanca


Compartilhe


Trocando Olhares





Florbela Espanca (1894-1930) foi uma poetisa portuguesa que ultrapassou as convenções literárias de seu tempo e transformou em poesia sua vida tumultuada e sofrida. Em seu poema À memória de Florbela Espanca, escreve Fernando Pessoa: “Alma sonhadora, irmã gêmea da minha”.Florbela tinha exatamente a consciência de quais temáticas se adequavam aos livros que queria publicar. Trocando olhares (1985) foi essencial para que ela repensasse até o seu fazer poético, e é extremamente importante conhecermos esse manuscrito que serve como as colunas sobre as quais se ergueram suas obras.

Edições (2)

ver mais
Trocando olhares
Trocando Olhares

Similares

(1) ver mais
O céu é logo ali

Resenhas para Trocando Olhares (2)

ver mais
Flor... Bela!
on 9/6/13


Conheci a poesia de Florbela Espanca no teste de admissão para um novo colégio. Ao ler "Vaidade", rabisquei, arrebatada, seu nome na mão esquerda. Tornou-se minha poetisa preferida. Tida como "desligada das preocupações de conteúdo humanista ou social" (Rolando Galvão), Florbela tenta explicar-se em seus versos - a dor de amar e não ser amada, a absurda saudade que sente, a paixão pelo mundo, a simpatia pela natureza, o patriotismo que salta aos olhos. E são explícitas algumas de sua... leia mais

Estatísticas

Desejam25
Trocam2
Avaliações 4.3 / 98
5
ranking 52
52%
4
ranking 28
28%
3
ranking 15
15%
2
ranking 4
4%
1
ranking 1
1%

20%

80%

Trevoso
cadastrou em:
09/06/2009 23:42:46