Um Lugar Chamado Liberdade

Um Lugar Chamado Liberdade Ken Follett


Compartilhe


Um Lugar Chamado Liberdade





Com a mesma força trágica e apaixonada com a qual já capturou milhões de corações no mundo inteiro, ao escrever thrillers de espionagem ou romances densos e históricos, como Os pilares da terra, Ken Follett mergulha em lugares ainda inexplorados por sua rentável imaginação – as minas de carvão do século XVIII, os escravos miseráveis e as aventuras transatlânticas que conduzem o leitor até a América à época da independência. Um lugar chamado liberdade tem, no entanto, um ponto em comum com os outros sucessos do autor: as envolventes tragédias humanas de seus inúmeros e fascinantes personagens, todos com a vida por um fio, onde quer que vivam.



O protagonista de Um lugar chamado liberdade é o escravo branco Mack McAsh, de 21 anos, propriedade da família Jamisson, dona das minas de carvão de High Glen, na Escócia. Ele resolve fugir para Londres e termina condenado ao enforcamento por um crime que não cometeu. Com a ajuda de Lizzie Hallim, amiga rica e amada, futura esposa do herdeiro Jay Jamisson, livra-se da morte mas tem que cumprir sete anos de serviços na América.



Mack viaja algemado no porão de um navio, em cujo tombadilho viajam, também, o casal Lizzie e Jay, ao encontro de seu dote matrimonial – uma plantação de tabaco na América. Jay, um sujeito fraco, logo perde toda a fazenda. Perde também a mulher Lizzie para Mack, que se torna um pequeno proprietário de cavalos e conta com o apoio da sabedoria dos índios.



Saga histórica, plena de paixões, suspense e violência, sentimentos primitivos e sublimes do ser humano, essa é uma história de heroísmo. Com a assinatura inconfundível de um mestre chamado Ken Folle

Edições (4)

ver mais
Um Lugar Chamado Liberdade
Um Lugar Chamado Liberdade
Um Lugar Chamado Liberdade
Um Lugar Chamado Liberdade

Similares

(26) ver mais
Uma Fortuna Perigosa
Triângulo
Noite sobre as águas
Noite sobre as Águas

Resenhas para Um Lugar Chamado Liberdade (46)

ver mais
Ficção com gosto de verdade
on 25/2/15


A primeira vez em que alguém me indicou um livro do Follet foi o da trilogia O Século. Claro que de início o tamanho do volume assustou, mas resolvi criar coragem para tê-lo na estante porque esse meu amigo que me indicou tem um gosto muito bom para livros. Tudo bem, tive Queda de Gigantes por algum tempo aqui parado, esperando minha coragem de começar a ler, mas ela não apareceu. Só que a Arqueiro é uma linda e teve a incrível previsão de que eu não conseguiria começar a ler Follet po... leia mais

Vídeos Um Lugar Chamado Liberdade (1)

ver mais
Leituras de maio 2019

Leituras de maio 2019


Estatísticas

Desejam302
Trocam14
Avaliações 4.2 / 930
5
ranking 44
44%
4
ranking 37
37%
3
ranking 16
16%
2
ranking 3
3%
1
ranking 0
0%

27%

73%

Gabriel
cadastrou em:
22/02/2009 18:09:46