Um teto todo seu

Um teto todo seu Virginia Woolf


Compartilhe


Um teto todo seu





Baseado em palestras proferidas por Virginia Woolf nas faculdades de Newham e Girton em 1928, o ensaio Um teto todo seu é uma reflexão acerca das condições sociais da mulher e a sua influência na produção literária feminina. A escritora pontua em que medida a posição que a mulher ocupa na sociedade acarreta dificuldades para a expressão livre de seu pensamento, para que essa expressão seja transformada em uma escrita sem sujeição e, finalmente, para que essa escrita seja recebida com consideração, em vez da indiferença comumente reservada à escrita feminina na época. Imaginando, por exemplo, qual seria a trajetória da irmã de Shakespeare – caso o famoso escritor tivesse uma e ela fosse tão talentosa quanto o irmão –, Woolf descortina ao leitor um cenário em que as mulheres dispunham de menos recursos financeiros que os homens e reduzido prestígio intelectual. Será que à irmã de Shakespeare seria dada a mesma possibilidade de trabalhar com seu potencial criativo? Como o papel social destinado aos dois sexos interfere no desenvolvimento (ou na falta) de uma habilidade nata? Virginia mostra como, na época, a elaboração da competência de uma pessoa dependia de seu sexo, uma vez que a sociedade reservava aos homens e às mulheres papéis, atribuições e concessões bastante distintas. A maioria das mulheres não dispunha da liberdade e da privacidade necessárias para ter um lugar próprio para refletir e laborar na escrita. Daí a afirmação da escritora de que“uma mulher precisa ter dinheiro e um teto todo seu se quiser escrever ficção”. Uma mulher precisa ter condições financeiras e espaço para pôr-se a contemplar suas ideias e colocá-las no papel. Com a linguagem original e a fluidez de pensamentos que lhe são características, Woolf aponta neste ensaio um padrão duplo presente na sociedade, segundo o qual os homens eram estimulados a aprimorar suas habilidades criativas enquanto às mulheres era reservado um papel de sujeição. Esta edição traz, além do ensaio, uma seleção de trechos dos diários de Virginia, uma cronologia da vida e da obra da autora e um posfácio escrito pela crítica literária e colaboradora da Folha de S. Paulo Noemi Jaffe.

Ensaios / Literatura Estrangeira

Edições (8)

ver mais
Um Teto Todo Seu
Um Quarto só Seu
Um teto todo seu
Um teto todo seu

Similares

(40) ver mais
O Segundo Sexo
Profissões para mulheres e outros artigos feministas
O Segundo Sexo
O Segundo Sexo

Resenhas para Um teto todo seu (191)

ver mais
on 7/2/09


Méritos: temos um vislumbre da mulher Virginia Woolf por trás da escritora (embora saibamos que há limites para o que ela vai nos mostrar de si mesma); senso de humor afiado; uma teoria literária consistente sobre feminismo e literatura, ainda que possamos discordar dela; relances despretensiosos mas estimulantes sobre a arte de Charlotte Brontë, Emily Brontë, Jane Austen, George Eliot; e o desejo, ao término da leitura, de trabalharmos pelo surgimento da "Shakespeare feminina": todas ... leia mais

Vídeos Um teto todo seu (6)

ver mais
?O que é necessário para ser uma escritorA??, Virgínia Woolf responde #30antesdos30

?O que é necessário para ser uma escritorA??,

V de VIRGINIA WOOLF | ABC de AUTORAS ?

V de VIRGINIA WOOLF | ABC de AUTORAS ?

Why should you read Virginia Woolf? - Iseult Gillespie

Why should you read Virginia Woolf? - Iseult

TAG DOS 50%: OS MELHORES E PIORES DE 2020 (até agora!) | Ana Carolina Wagner

TAG DOS 50%: OS MELHORES E PIORES DE 2020 (at


Estatísticas

Desejam1.277
Trocam4
Avaliações 4.5 / 2.726
5
ranking 65
65%
4
ranking 28
28%
3
ranking 6
6%
2
ranking 1
1%
1
ranking 0
0%

7%

93%

Nalí
cadastrou em:
30/07/2011 14:57:47
Cindy
editou em:
01/01/2017 13:22:06