Uma Dobra No Tempo

Uma Dobra No Tempo Madeleine L'Engle
Ivan Lessa


Compartilhe


Uma Dobra No Tempo (Viajantes do Tempo)





Uma Dobra do Tempo

"Uma linha reta não é a distância mais curta entre dois pontos." Esta ideia está por trás da incrível história da família Murry, traçada em Uma dobra no tempo, ganhador do Newbery Award em 1963 e ainda capaz de fascinar uma nova geração de leitores. No livro, a autora Madeleine L´Engle proporciona uma verdadeira viagem, com dissolução e reconstituição de corpos no espaço, através de atalhos que fogem do longo caminho dos anos-luz, e dá lugar a uma passagem da quarta para a quinta dimensão, impensável no espaço tridimensional que conhecemos.

Os Murry viviam a cerca de oito quilômetros da aldeia, isolados, em uma rua afastada. A geniosa Meg - a menina azarada e considerada má aluna na escola - e o pequeno Charles Wallace, rotulado como o "irmão bebê idiota", compartilhavam o peso de serem crianças com um nível de intelectualidade acima do comum, o que causava certa dificuldade no relacionamento com as outras. Dennys e Sandy eram seus irmãos gêmeos, que não eram nem ruins, nem excelentes no colégio, mas eram fortes, bons corredores e se saíam bem nos jogos.

Em um ambiente de cumplicidade, os irmãos e a mãe, uma bela cientista, conviviam bem, apesar das diferenças. Mas carregavam um vazio dentro de casa. O sr. Murry era um físico famoso e, desde que partiu para uma missão confidencial - e perigosa - do governo, não tiveram mais notícias dele. A vizinhança, curiosa, especulava a respeito.

Ficção científica / Aventura / Cinema / Comunicação / Drama / Esoterismo / Fábula / Fantasia / Infantojuvenil / Jovem adulto / Religião e Espiritualidade / Romance / Suspense e Mistério

Edições (2)

ver mais
Uma Dobra No Tempo
Uma Dobra no Tempo

Similares

(50) ver mais
Um Vento Na Porta
EntreMundos
Um Túnel no Céu
Escala no Tempo

Resenhas para Uma Dobra No Tempo (0)

ver mais
Maravilhosa fábula de ficção científica
on 20/4/19


Estou sem palavras, que livro maravilhoso! A primeira vez que tentei ler Uma dobra no tempo, eu tinha dez anos e não entendi muita coisa, os conceitos eram um tanto quanto abstratos demais para mim. Aí, interrompi a leitura. Mas agora subitamente, quase aos meus 30, tive vontade de concluir a leitura, pois me dá agonia livros inacabados. É uma história linda, eu posso chamar de fábula de ficção científica. Enredo: escrito em 1962 por Madeleine L'Engle, essa obra teve tiragem de cent... leia mais

Estatísticas

Desejam4
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.0 / 17
5
ranking 41
41%
4
ranking 24
24%
3
ranking 29
29%
2
ranking 6
6%
1
ranking 0
0%

20%

80%

Priscila
cadastrou em:
31/03/2015 01:39:05