YO HO HO E UMA GARRAFA DE RUM

YO HO HO E UMA GARRAFA DE RUM Röhrig C.




YO HO HO E UMA GARRAFA DE RUM





Kerouac levou seu pontapé na bunda
Fante ficou doce e cego
London no final foi um bom menino americano
Hemingway e sua abstração por limpeza
Neruda confessando seu erro
Rimbaud fedendo em casa
Baudelaire e suas rosas murchas
Nietzsche e sua tragédia
Huxley mariposando o futuro
Kafka em seu ponto a espera de um ônibus
Goethe ainda escrevendo suas cartas
Blake sendo gentil
Poe colocando uma vela na janela
Lorca perdido numa noite fria
eles estão na prateleira errada
eles estão no corredor errado
o vendedor de peixes sabe
o açougueiro sabe
VOCÊ se lembra que falta o tempero
a dona do lar nunca esquece
“Você se lembra das coisas” ela diz.
E o corredor fica mais apertado, as gôndolas vão se enchendo, você se enche. Mas o homem comum continua leve. E sonha com a aposentadoria. E sonha com o carro novo. A casa que nunca vai ser própria. A mulher que nunca mais vai ser jovem. Com sua cara no espelho. E eles estão errados. E eles estão certos. No final não faz diferença mesmo.

Edições (1)

ver mais
YO HO HO E UMA GARRAFA DE RUM

Similares

(10) ver mais
Noite de inverno
Smells Like Teen Spirit
Winter night
Black Celebration

Resenhas para YO HO HO E UMA GARRAFA DE RUM (1)

ver mais
pontapé na bunda
on 9/4/14


Kerouac levou seu pontapé na bunda Fante ficou doce e cego London no final foi um bom menino americano Hemingway e sua abstração por limpeza Neruda confessando seu erro Rimbaud fedendo em casa Baudelaire e suas rosas murchas Nietzsche e sua tragédia Huxley mariposando o futuro Kafka em seu ponto a espera de um ônibus Goethe ainda escrevendo suas cartas Blake sendo gentil Poe colocando uma vela na janela Lorca perdido numa noite fria eles estão na prateleira errada ele... leia mais

Estatísticas

Desejam1
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 5.0 / 1
5
ranking 100
100%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

50%

50%

Röhrig C.
cadastrou em:
09/04/2014 22:30:01