O Médico e o Monstro

O Médico e o Monstro
3.87519 4663



Resenhas - O Médico e o Monstro


100 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


Victor 16/01/2016

O Médico e o Monstro
Nunca leio as sinopses na parte de traz dos livros, pois gosto de manter o suspense ao máximo: qualquer novidade se torna uma surpresa pra mim. Mas por uma infelicidade do destino resolvi ler a desse livro. E foi como se eu lesse o nome do assassino num livro da Agatha Christie. A estória vai nos mostrando as dúvidas e as teorias de Mr. Utterson à cerca de uns acontecimentos estranhos que ocorrem em sua cidade, o que não tem tanta graça, pois eu, por ler a sinopse, sei o que realmente acontece- e o porquê. Acredito que tenha sido um erro da editora, pois o mistério só é revelado ao final do livro, nas últimas páginas, então não entendi o por quê de tamanho spoiler logo na sinopse. Porém, mesmo com esse detalhe, a estória é incrível, apresentando uma leitura tranquila, rápida e aconchegante, conseguindo me envolver o tempo todo. Seria ainda melhor se eu não soubesse a solução para os mistérios, que me foi apresentada pela própria edição. Mesmo assim, a leitura é mais que recomendada, juntamente com- apesar dos pesares- esta edição em capa dura, que deu a vida e a sofisticação que esse clássico merece. Vale muito à pena , mas cuidado com a sinopse!
Maxwell_deVries 26/01/2016minha estante
Realmente a sinopse quebra todo o clima de suspense e a revelação final. Ainda bem que eu não li nenhuma sinopse antes hehehe




Ewerton.Carvalho 10/01/2016

O Médico e o Monstro
Um dos livros mais fantástico que já li. Primeiro pela originalidade e por ter feito seguidores em todas as partes do mundo.
comentários(0)comente



Sandro 06/01/2016

Ambivalência
1. estado, condição ou caráter do que é ambivalente, do que apresenta dois componentes ou valores de sentidos opostos ou não.
2. existência simultânea, e com a mesma intensidade, de dois sentimentos ou duas ideias com relação a uma mesma coisa e que se opõem mutuamente.
comentários(0)comente



Mari 26/12/2015

Minha breve opinião...
Oi galera, postei minha opinião no meu blog. E como não gosto de resenhas super longas, tentei ser o mais breve possível. Passem lá ;) Obrigada

site: http://perfectpick001.blogspot.com.br/2015/12/o-medico-e-o-monstro-robert-l-stevenson.html
comentários(0)comente



Bruno 23/12/2015

Dr. Jekyll & Mr. Hyde
No livro O Médico e o Monstro, de RL Stevenson, temos uma história muito estranha. Stevenson mescla elementos de horror baseados em investigação criminal, crenças religiosas, mesmo que escondidos no texto, e fatores psicológicos e que desafiam a medicina.
A história é contada pelo ponto de vista de um advogado, amigo de Dr Jekyll. Após ter uma conversa com outro amigo, acerca de uma estranha porta na vizinhança, ele interessa-se pela história contada pelo amigo, lembra do testamento do doutor, que está sob seus cuidados, e o relê, verificando que Jekyll deixará sua herança para o tal Hyde.
Com a preocupação de um amigo, este advogado vai à casa do doutor, pois ele está tendo uma vida mais reservada e não sai muito de casa, e eles tem uma conversa a respeito do testamento e de seu beneficiário. Após isso, acontecem vários fatores que pioram a reputação de Hyde e que acabam por interferir na vida de Jekyll. Depois de um determinado acontecimento, Hyde desaparece e o doutor acaba voltando a ter uma vida mais social. Contudo, de uma hora para outra, Jekyll volta a se esconder em casa e se recusa a receber visitas.
O fim da história não cabe a mim contar, pois, se assim eu fizer, poderá estragar a experiência de quem o ler.
O horror do livro só é revelado em seu final, quando descobrimos o que aconteceu com Dr Jekyll e com o Mr Hyde, porém, durante toda a leitura, o autor nos descreve a aparência desagradável de Mr Hyde e as sensações de repulsa e medo que ele transmite às pessoas que acabam por se encontrar com ele. As suas atitudes também revelam o seu caráter. A verdadeira relação de ambos também só é revelada no final, após uma trajetória instigante e curiosa, revelada por uma carta de Dr Jekyll.
As revelações feitas amarram a trama de forma muito bem feita e trazem à tona uma situação horrorosa, desagradável e muito maluca, porém, com o que é descrito, somos convencidos de que tudo aquilo poderia ser verdade, e é exatamente esse ponto que deixa o livro interessante.
A escrita dele é muito bem feita e o desenrolar da história acontece de uma forma tão natural e bem desenvolvida que é possível nem perceber a riqueza da escrita. É fácil e rápido de ler.
Mesmo que o livro seja curto, podendo ser lido em poucas horas, traz momentos densos e curiosos, tornando a leitura prazerosa e instigante. Vale a leitura para todos os amantes de uma boa história, bem escrita e de qualidade. Recomendo fortemente!
Uma coisa curiosa que achei durante a pesquisa de imagens para o post, é que a aparência de Hyde é tratada, na maioria das imagens, como um ser que parece um monstro realmente, geralmente lobisomen ou vampiro. Na realidade, o que o torna um monstro são suas atitudes e a estranheza desagradável de estar em sua companhia. Durante a leitura, não consegui imaginá-lo como um cara de aparência grotesca e monstruosa. Acho que imagino ele mais parecido com um psicopata, sociopata, do que essa descrição visual que utilizaram para o personagem. Acredito que essa caracterização de Hyde seja para ilustrar o monstro do título, apenas.
É isso então. Está lendo alguma coisa relacionada ao tema horror, terror ou morte? Já leu O Médico e o Monstro? Deixe seu comentário!
O mês do horror só começou e temos tempo para ler algumas coisas horrorosas (no bom sentido, é claro)! Até a próxima página monstruosa!

site: http://blogpaginando.blogspot.com/2015/10/dr-jekyll-e-mr-hyde.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Talita.Chahine 14/12/2015

Classico
O livro traz a tona aquele velho dilema entre o bem e o mal, e mostra pra gente que mesmo as melhores pessoas tem seu lado sombrio que mantém escondido e atrofiado, evitando a todo custo que se exponha a sociedade. Mas o que aconteceria se o mal finalmente encontrasse uma maneira de se libertar ,o quanto o ser humano seria dominado por ele ??? O desenrolar da trama nos mostra o quão importantes são as escolhas que fazemos em nossas vidas !!! Leitura envolvente e muito rápida !!!
comentários(0)comente



Hildeberto Holanda Filho 13/12/2015

Livro curto, "O Médico e o Monstro", de R. L. Stevenson pode ser caracterizado como um livro de suspense - embora a maioria das pessoas já devam imaginar desde o início da leitura o grande mistério sobre o qual a história é construída.

É um livro divertido, bem escrito e que tem como maior mérito abordar de forma singela uma questão filosófica mais profunda: a nossa identidade ou melhor, como quem somos abarca um lado bom e outro ruim.

Pode ser lido rapidamente. Cativante e escrito de forma acessível, despertará o interesse de leitores de todas as idades.

Como um adendo, gostaria também de ressaltar a alta qualidade da edição em capa dura da editora Nova Fronteira, disponível a um preço acessível.
comentários(0)comente



Sara Muniz 18/11/2015

Resenha - O Médico e o Monstro
Apesar de muito curto, esse livro traz um conteúdo de terror um tanto quanto incrível. Foi o primeiro livro de terror propriamente dito que eu li, e se os livros de terror forem todos mais ou menos nesta linha, até que não é terrivelmente assustador... Está mais para perturbador mesmo, que faz você ficar com medo de ir no banheiro no escuro.

O livro já começa bem, com um louco pisoteando uma criança! Depois, o advogado Mr. Utterson (que é o protagonista e quem "desvenda" o caso) lê o testamento de seu cliente Henry Jekyll, que está muito doente. No testamento, ele cita muito Edward Hyde, um cara procurado pela polícia e que as pessoas não conseguem aceitar como humano.

É difícil imaginar Hyde, porque sempre que um personagem vai tentar descrevê-lo, diz que é muito difícil. Só conseguem dizer que ele tem alguma deformidade, mas não sabem expressar exatamente onde... Ele tem a pele pálida, é baixo e, bom... Não parece humano.

Mr. Utterson então, tenta descobrir qual é a relação do Hyde com o seu cliente Jekyll. E quando ele descobre... MINHA GENTE! É muuuuito doentio! Se eu escrever mais sobre o livro, vou acabar dando spoiler.

✖ Avaliação da escrita: A escrita de Steverson é boa. Seu nível de detalhes vai depender da situação e da cena. Sobre o terror: sim, ele consegue transpassar isso muito bem!

✖ Avaliação do enredo: O livro é muito bem planejado. Sabe aqueles livros em que você fica "nossa, como o autor conseguiu organizar isso e interligar tanta coisa?"... Pois é! É um enredo curto, pois o livro é curto... Mas eu acho que podia ser até ainda mais simplificado em um conto, sem problemas!

✖ Avaliação da capa: EU GOSTO DESSA CAPA! Ela é realmente simples, mas a simplicidade dela me agrada!

✖ Sobre o protagonista: O livro não tem exatamente um protagonista... Nós acompanhamos o Mr. Utterson, mas não temos tempo nenhum de criar laços e nem de entender os sentimentos dele, uma vez que o livro é narrado em terceira pessoa. O único motivo de acompanhá-lo é porque ele resolve o mistério (que é exatamente o que queremos saber).

✖ O que me levou a avaliá-lo como excelente?
Como eu disse, foi o primeiro livro de terror que eu li. E eu gostei tanto da simplicidade das coisas, sabe? O autor não teve que se esforçar em escrever 300 páginas, pois ele sabia que sua estória era boa o suficiente para fazer sucesso no mundo inteiro com apenas 104 páginas. Adorei, e quero reler!

✖ Considerações finais:
Se você nunca leu um livro de terror e gostaria de ler, creio que esse seja ótimo para começar! É um clássico e acho que todos deveriam ler!
Infelizmente me enrolei DEMAIS para terminar de ler o livro... Ele ficou parado por vários dias, sendo que esse livro pode ser lido tranquilamente em 2 horas - e eu estou incluindo um ritmo lento de leitura! -. Não sejam como eu, se puderem devorem ele de uma vez, para que seja ainda mais assustador!

site: http://interesses-sutis.blogspot.com.br/2015/10/resenha-o-medico-e-o-monstro.html
Douglas 18/11/2015minha estante
Esse tá na minha lista, tem um box onde vem ele que é muito lindo. Recomendo você a ler Hellraiser, também é bem curtinho, foi meu primeiro de terror e adorei! ;D




Cilmara 16/11/2015

A fera do X-men
Foi ótimo ler este conto, pois não tinha muito conhecimento da obra, apesar de ter assistido a reprodução clássica cinematográfica de Victor Flaming de 1941, fazia muito tempo que tinha assistido e não me lembrava muito bem...
Só digo uma coisa: Você precisa ler este conto! Assim como Drácula e Frankenstein está entre os mais célebres contos de terror.
Imagino que tenha sido uma obra inovadora para a época.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Aninha 30/10/2015

Como o monstro ganhou do médico!
O Médico e o Monstro é uma leitura envolvente. Começa com a descrição do personagem narrador de toda estoria, um advogado, seguida de um simples causo que desperta a curiosidade nele, assim como no leitor. Depois desse fato, o livro pega ritmo e acompanha a investigação e o envolvimento do advogado com o médico e o monstro.
A análise da dualidade da personalidade das pessoas é incrivelmente apresentada. Enquanto o médico é a pessoa original contendo a moralidade e os desejos, sendo portanto a representação do ego, o monstro representa o id. Todos os personagem que descrevem o monstro relatam que ele passa um sensação de disformidade, mas não podem dizer qual. Por ser uma representação do id, o monstro não possui um superego, logo não é um indivíduo completo.
A partir do momento que o médico começa a negar a existência do monstro, passando a viver somente com o superego de sua personalidade, o monstro cresce e se fortalece dentro dele, pois o ego perde seu equilíbrio no confronto da dualidade. É o médico que sofre com a consciência de liberar o monstro e a culpa por suas ações, enquanto o monstro é indiferente a sua existência.
Quando o médico sente-se livre da existência do monstro, isto é, sua personalidade é só moral. O mostro liberta-se sozinho e a única forma que o controla é a sua primitiva vontade de viver. Ou seja, uma pessoa que não equilibra o id e o superego, perde a sua consciência.
comentários(0)comente



Leandrooch 21/10/2015

Clássico muito influente
A ideia que eu tinha antes de ler o livro era muito vaga da mesma forma de quando li "Frankenstein". E depois que fui lendo me veio muitas referências de animações como a de Tom & Jerry e até do Pica-Pau rs

Uma história diferente e revolucionária para época e autocrítica em si, pois não nego que pensei "O médico e o monstro me lembra muito o incrível Hulk". Em si tem muito haver e sem dúvida foi uma inspiração por mais que quem sabe for negada. E o mais sensacional é que esses clássicos de terror são muito únicos, tanto as características dos personagens que diferem de autor pra autor, a escrita e a história em si.

Uma história rápida, sensacional e que passa algo interessante para se refletir, "Em cada um de nós habita um mostro selado que escapa as vezes e que toma conta da gente ".
comentários(0)comente



Douglas 17/10/2015

O Médico e o Monstro
Um clássico. E por ser um clássico, mesmo sem precisar ser lido, já tem seu plot bombardeado nas nossas mentes pelas milhões de referencias da cultura pop à ele. Acredito que isso é justamente o ponto-fraco deste livro.

Ler "O Médico e o Monstro" já sabendo a relação que Dr. Jekyll tem com Mr. Hyde compromete bastante a experiência pois isso faz se perder muito do suspense do livro. Acredito que, na época que foi publicado, este livro tenha sido muito mais chocante e envolvente aos leitores, não que seja um livro ruim lido hoje em dia, mas é como ver um filme que já te contaram o final.
comentários(0)comente



Andrea 13/10/2015

O estranho caso do Dr. Jekill e do Sr. Hyde....
Originalmente, The strange case of Dr. Jekill and Mr. Hyde, O médico e o monstro, como ficou conhecida aqui no Brasil, é uma novela gótica, ou seja, uma narrativa relativamente curta que possui elementos sobrenaturais, que aqui não estão necessariamente ligados a paranormalidade, e sim, à ciência, que era um mistério que começou a ser desvendado durante o século XIX.
A narrativa começa com as estranhas aparições de um homem que atende pelo nome de Mr. Hyde. Ele é uma pessoa grosseira, feia e brutal. Algo que causa muita estranheza as pessoas é o fato dele estar ligado ao conceituado Dr. Jekill, médico e pesquisador. Dessa forma, o amigo e também advogado do doutor, Gabriel Utterson, fica indignado ao abrir o testamento do amigo e constatar que ele deixou todos os seus bens ao Mr. Hyde, caso ele, Jekill, venha a desaparecer, notem: não é MORRER, e sim DESAPARECER. Essa troca de substantivos deixa o advogado ainda mais desconfiado e ele passa a investigar a vida do estranho beneficiário e automaticamente, descobre os segredos que permeiam a relação de seu amigo com esse homem, algo que foge totalmente à lógica e à sua compreensão...
Robert Louis Stevenson já escrevera outros livros antes de O médico e o monstro, mas foi com esta narrativa que ganhou fama e reconhecimento internacional, Utilizando vários elementos românticos, essa narrativa evidencia bem uma das características dessa escola: o maniqueísmo - a divisão do mundo entre o bem e mal - E essa divisão, é a chave de ouro dessa novela que possui várias adaptações fílmicas e que se tornou até um jargão para se denominar pessoas com múltiplas personalidades!
Para os leitores do século XXI é óbvio que essa narrativa não nos traz medo ou mesmo uma sensação de mistério, mas ela é um clássico, e lembrem-se: todo clichê tem a sua origem e O médico e o monstro foi com certeza um dos precursores do gênero ficção científica, que para nós hoje, está se tornando um.

site: http://allumina.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



100 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7