50 Poemas de Revolta

50 Poemas de Revolta Vários autores


Compartilhe


50 Poemas de Revolta





De Mário de Andrade a Adelaide Ivánova, a antologia reúne poemas brasileiros clássicos e contemporâneos que denunciam, cada um a seu modo, os tempos sombrios em que vivemos.

Nesta breve antologia, o leitor vai encontrar muitos motivos para se indignar. Desigualdade social, racismo, machismo, incontáveis modalidades de opressão e intolerância: quase tudo talvez se resuma à incapacidade — ou seria falta de vontade? — de enxergar o outro.

Os poemas que compõem esta seleta por vezes revelam uma ponta de esperança; outras vezes, mergulhados em desgosto, levam o desânimo e a apatia às últimas consequências. Canônicos e novíssimos, os poetas abordam questões assombrosamente atuais e contundentes, mesmo quando parecem tratar de um passado distante. Escreve Hilda Hilst: “Repensemos a tarefa de pensar o mundo”.

Com poemas de Adelaide Ivánova, Alice Ruiz, Ana Cristina Cesar, Angélica Freitas, Armando Freitas Filho, Bruna Beber, Cacaso, Carlos Drummond de Andrade, Carolina Maria de Jesus, Chacal, Claudia Roquette-Pinto, Conceição Evaristo, Fabiano Calixto, Fabrício Corsaletti, Ferreira Gullar, Francisco Alvim, Hilda Hilst, Horácio Costa, João Cabral de Melo Neto, Jorge de Lima, José Paulo Paes, Laura Liuzzi, Ledusha, Mário de Andrade, Nicolas Behr, Oswald de Andrade, Paulo Leminski, Roberto Piva, Tarso de Melo, Torquato Neto, Vinicius de Moraes, Waly Salomão, Yasmin Nigri e Zuca Sardan.

Literatura Brasileira / Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
50 Poemas de Revolta

Similares


Resenhas para 50 Poemas de Revolta (4)

ver mais
Do manifesto ao deboche
on 22/1/19


"50 poemas de revolta" é uma coletânea que reúne poemas de 34 autoras e autores brasileiros, expressando sentimentos de insatisfação, indignação, medo, desespero ou, como diz o título, revolta, com os mais diversos assuntos. Entre os autores, constam clássicos, contemporâneos e alguns já reconhecidos por abordar temáticas políticas. O livro é um bom exemplo de como a arte pode estar e ser engajada em questões sociais e que não pode ser dissociada da política. Seja como manifesto ou co... leia mais

Vídeos 50 Poemas de Revolta (1)

ver mais
Porto Alegre, 2016 - Angélica Freitas | 50 Poemas de Revolta

Porto Alegre, 2016 - Angélica Freitas | 50 Po


Estatísticas

Desejam129
Trocam1
Avaliações 4.2 / 105
5
ranking 51
51%
4
ranking 31
31%
3
ranking 15
15%
2
ranking 2
2%
1
ranking 0
0%

21%

79%

Adriana Scarpin
cadastrou em:
19/11/2017 14:38:26
Paula Fabiana
editou em:
11/12/2017 10:41:12